Congresso quer 'pacote de Natal' de R$ 1,15 bi

 
 Depois de manter um registro de assiduidade bastante reduzido, devido às eleições, o Congresso está agora a preparar um “pacote de Natal” para seus integrantes que terá um gasto extra de pelo menos R$ 1,15 bilhão.

No documento revelado constam os 594 reajustes dos contracheques de deputados federados, aumentando assim a verba que cada um deles pode indicar ao Orçamento da União.

Desde o início de 2011 cada um dos membros do Congresso teve direito a R$ 26,7 mil de salário. A Câmara e o Senado querem agora elevar esse valor para R$ 33,7 mil, registrando um aumento de 26%.

O reajuste se aproxima da inflação acumulada no período, mas há articulação para que o valor seja elevado a R$ 35,9 mil mensais (alta de 34%), que deve ser o teto de todo o funcionalismo a partir do ano que vem, escreve a Folha de São Paulo.