tn_Foto

Ação contou também com o Ministério Público e a Polícia Civil

 

 

A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-RJ) participou, na manhã desta sexta-feira (05/11), a Operação Finito. A ação cumpriu mandados de busca e apreensão contra um grupo suspeito de sonegação fiscal no segmento atacadista de alimentos. A Sefaz-RJ emitiu autos de infração que ultrapassaram os R$ 200 milhões.

 

Além da Sefaz-RJ, a operação teve a participação de agentes do Grupo de Atuação Especializada em Combate à Sonegação Fiscal e aos Ilícitos contra a Ordem Tributária, do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (GAESF/MPRJ), e da Polícia Civil. Na ação, foram cumpridos mandados em residências, estabelecimentos comerciais e escritórios de contabilidade de supostos chefes da organização criminosa, formada por pelo menos oito empresas. Foram apreendidos pen drives, computadores, celulares e documentos físicos.

 

A investigação foi instaurada após representação fiscal encaminhada pela Sefaz-RJ e está a cargo do GAESF/MPRJ e da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Fazenda, a Administração Pública e o Patrimônio do Estado do Rio de Janeiro (Delfaz-RJ). Entre as possíveis fraudes, há a suspeita de formação de uma composição societária de empresas, integrantes de um mesmo grupo econômico, para realizar operações simuladas de compra e venda de mercadorias, e sonegar tributos que deveriam ser recolhidos aos cofres públicos estaduais.

 

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada da Capital e tiveram também o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ).

 

Ascom Secretaria de Fazenda