sustentabilidade-moda-hero-imageEvento inédito será totalmente gratuito e digital

O uso consciente dos recursos naturais e o bem-estar do planeta são temas que são debatidos em todos os lugares. Para reforçar a importância da questão, o Sebrae Rio e o Senac RJ promovem a primeira edição da Semana da Sustentabilidade na Moda. O evento será totalmente gratuito e digital, com início na próxima segunda-feira (9). Durante cinco dias, os palestrantes abordarão quatro temas: Economia Circular; Consumo Consciente; Compras Sustentáveis; Futuros Desejáveis e Novos Modelos de Negócios. As inscrições podem ser feitas pelo site da Semana da Sustentabilidade.

Durante a semana, os participantes vão refletir sobre varejo sustentável, o papel do consumidor na atualidade, o futuro da moda e as novas economias. Pesquisa finalizada pelo Sebrae, finalizado no dia 9 de setembro, mostrou que 84% das empresas da moda já retomaram as atividades. Apesar disso, essas empresas (em sua maioria, pequenos negócios), ainda sofrem uma perda ligeiramente maior de faturamento (-42%), quando comparado ao período antes da crise. Na média de todos os setores, a perda de faturamento é de 40%. As reduções de faturamento mais expressivas estão nos segmentos de moda praia (-76%), moda sustentável ou agênero (-48%) e moda infantil e uniformes/fardamento (-46%). Na situação oposta, os segmentos de moda lar (-23%) e moda íntima (-25%) foram os que registraram o menor nível de perdas, em comparação com o período pré-crise.

O levantamento mostra que os empresários do setor da moda reduziram o volume de compras ou desistiram de adquirir novas coleções para a próxima temporada, em comparação com 2019 (20% não compraram e 39% reduziram o volume de compras acima de 30%). Para esses empreendedores, os maiores desafios para a retomada e sobrevivência do negócio são: capital de giro (50%), planejamento de compras e giro de estoques (27%), o fato dos produtos e serviços de moda não serem vistos como essenciais (25%) e os controles financeiros pós-pandemia (23%).

 

Serviço:

Semana da Sustentabilidade na Moda – Sebrae Rio e Senac RJ

Dias 9 a 13 de novembro 

Inscrições gratuitas no site

 

Dia 9/11, às 10h – Futuros possíveis, colaboração e novas economias

Dia 10/11, às 10h – Sustentabilidade como diferencial criativo para os negócios

Dia 11/11, às 10h – Inovação e circularidade na moda / Às 15h – Design Virtual: uma prática regenerativa

Dia 12/11, às 10h – Novos formatos de consumo na moda / Às 15h – Amor, identidade e consciência

Dia 13/11, às 10h – Novas formas de comercialização do varejo sustentável / Às 15h – O mundo é circular? Ética, circularidade e inovação como fatores de transformação.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação

Semana Sustentável na Moda vai debater futuro do setor

Evento inédito será totalmente gratuito e digital

O uso consciente dos recursos naturais e o bem-estar do planeta são temas que são debatidos em todos os lugares. Para reforçar a importância da questão, o Sebrae Rio e o Senac RJ promovem a primeira edição da Semana da Sustentabilidade na Moda. O evento será totalmente gratuito e digital, com início na próxima segunda-feira (9). Durante cinco dias, os palestrantes abordarão quatro temas: Economia Circular; Consumo Consciente; Compras Sustentáveis; Futuros Desejáveis e Novos Modelos de Negócios. As inscrições podem ser feitas pelo site da Semana da Sustentabilidade.

Durante a semana, os participantes vão refletir sobre varejo sustentável, o papel do consumidor na atualidade, o futuro da moda e as novas economias. Pesquisa finalizada pelo Sebrae, finalizado no dia 9 de setembro, mostrou que 84% das empresas da moda já retomaram as atividades. Apesar disso, essas empresas (em sua maioria, pequenos negócios), ainda sofrem uma perda ligeiramente maior de faturamento (-42%), quando comparado ao período antes da crise. Na média de todos os setores, a perda de faturamento é de 40%. As reduções de faturamento mais expressivas estão nos segmentos de moda praia (-76%), moda sustentável ou agênero (-48%) e moda infantil e uniformes/fardamento (-46%). Na situação oposta, os segmentos de moda lar (-23%) e moda íntima (-25%) foram os que registraram o menor nível de perdas, em comparação com o período pré-crise.

O levantamento mostra que os empresários do setor da moda reduziram o volume de compras ou desistiram de adquirir novas coleções para a próxima temporada, em comparação com 2019 (20% não compraram e 39% reduziram o volume de compras acima de 30%). Para esses empreendedores, os maiores desafios para a retomada e sobrevivência do negócio são: capital de giro (50%), planejamento de compras e giro de estoques (27%), o fato dos produtos e serviços de moda não serem vistos como essenciais (25%) e os controles financeiros pós-pandemia (23%).

 

Serviço:

Semana da Sustentabilidade na Moda – Sebrae Rio e Senac RJ

Dias 9 a 13 de novembro 

Inscrições gratuitas no site

 

Dia 9/11, às 10h – Futuros possíveis, colaboração e novas economias

Dia 10/11, às 10h – Sustentabilidade como diferencial criativo para os negócios

Dia 11/11, às 10h – Inovação e circularidade na moda / Às 15h – Design Virtual: uma prática regenerativa

Dia 12/11, às 10h – Novos formatos de consumo na moda / Às 15h – Amor, identidade e consciência

Dia 13/11, às 10h – Novas formas de comercialização do varejo sustentável / Às 15h – O mundo é circular? Ética, circularidade e inovação como fatores de transformação.