tn_A Profª Me. Flávia Castellain, coordenadora do Núcleo de Atendimento ao Idoso da UCP, com a Profª. Me. Kátia Manangão, que vai mediar as entrevistas

A Profª Me. Flávia Castellain, coordenadora do Núcleo de Atendimento ao Idoso da UCP, com a Profª. Me. Kátia Manangão, que vai mediar as entrevistas.

Episódios serão transmitidos no canal da Universidade no Youtube, as segundas, quartas e sextas-feiras 

Primeiro já vai ao ar nesta segunda-feira (15.06), Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

 

Com população estimada em mais de 42 mil pessoas em Petrópolis, segundo o IBGE, o idoso tem especial atenção na Universidade Católica de Petrópolis (UCP), por meio do Núcleo de Atendimento ao Idoso, que vai celebrar o mês dedicado à proteção desse público, o Junho Violeta, com uma websérie especial no canal da Universidade no Youtube. Os episódios vão abordar diversos temas pertinentes ao público da melhor idade, como questões de saúde, financeiras e até sobre o isolamento social durante a pandemia. O primeiro já vai ao ar nesta segunda-feira (15.06), quando se comemora o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.

 

São 10 entrevistas que serão exibidas as segundas, quartas e sextas-feiras, na TV UCP, e vão trazer especialistas de áreas distintas falando sobre assuntos que envolvem o idoso, como planos de saúde e assistência domiciliar; a violência financeiro-patrimonial contra idosos, assim como a vulnerabilidade da pessoa idosa nas relações de consumo; estratégias no combate à violência da pessoa Idosa no município de Petrópolis; entre outros.

 

Para falar sobre os temas na programação estão nomes como o presidente da 3ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – Petrópolis/RJ, Dr. Marcelo Schaefer; a coordenadora do PROCON/Petrópolis, a advogada e psicóloga Raquel da Cunha Motta; a delegada titular da 105ª Delegacia de Polícia, Dra. Juliana Menescal da Silva Zieh; e outros.

 

O mês dedicado à proteção ao idoso foi incluído no Calendário Oficial do Estado do Rio de Janeiro com a campanha Junho Violeta, por dignidade e respeito com a pessoa idosa. Já o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa – instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa – é celebrado em 15 de junho com a finalidade de repudiar todo ato de violência cometido em desfavor da pessoa idosa.

 

“O Núcleo de Atendimento ao Idoso da UCP atento às questões que envolvem a pessoa idosa e preocupado em prevenir e coibir os abusos sofridos e experimentados pelos idosos na atualidade, busca esclarecer esse segmento dos seus direitos. Dentro deste contexto, por conta do distanciamento social imposto a todos nós, produzimos conteúdos específicos com o objetivo de utilidade pública contextualizada ao idoso”, explica a coordenadora do núcleo, Profª. Me. Flávia Castellain.

 

A cidade com maior população idosa da Região Serrana do Rio, Petrópolis tem na UCP o primeiro núcleo do estado e terceiro do Brasil a ter um serviço específico de atendimento ao público da terceira idade. Ele funciona no Polo Avançado do Centro Judiciário de Resolução de Conflitos (CEJUSC) na Universidade – o primeiro fora do âmbito judiciário. A iniciativa é uma parceria entre a Instituição e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

 

LEGENDA FOTO: A Profª Me. Flávia Castellain, coordenadora do Núcleo de Atendimento ao Idoso da UCP, com a Profª. Me. Kátia Manangão, que vai mediar as entrevistas.