tn_Secretaria Estadual de Fazenda realiza nova ação para fiscalizar venda de álcool gel

Auditores vistoriaram contribuintes suspeitos de comercializar produto sem a nota fiscal de entrada

Em mais uma ação de combate à sonegação fiscal, a Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ) realizou nesta quinta-feira (07/05) a Operação Mãos Limpas II. Os Auditores Fiscais da Receita Estadual foram a contribuintes localizados em duas cidades da Baixada Fluminense (Queimados e Nova Iguaçu) e em Laje do Muriaé. As empresas são suspeitas de vender álcool gel sem a documentação de entrada da mercadoria. Esse procedimento ilegal impossibilita a apuração do ICMS a pagar na operação de compra do produto pelo revendedor.

Os Auditores foram aos locais para averiguar o efetivo funcionamento das empresas e checar o estoque, com o objetivo de confirmar ou não a suspeita. Em caso de irregularidade, as informações coletadas para auxiliar futuras ações de constituição do crédito tributário e, se for o caso, representações fiscais para fins penais.

“O trabalho dos Auditores também é importante para que possamos, se necessário, instaurar processos de cancelamento da Inscrição Estadual de empresas irregulares. Há contribuintes se aproveitando da grande procura por álcool gel neste momento de pandemia da Covid-19 para tentar burlar a fiscalização”, disse Rodrigo Aguieiras, superintendente de Fiscalização da Sefaz-RJ.

A Operação Mãos Limpas II é a 28ª realizada em 2020 pela Receita Estadual para combater a sonegação e orientar os contribuintes.

 

Ascom: Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro