Funkeira Anitta diz“Jamais pedi foto e fiz metade do que fiz para vê-la por quem não sou fã”, confessa a funkeira depois de virar motivo de piada em foto com a cantora de Barbados

Anitta confessou que armou um verdadeiro plano para perseguir Rihanna no Rio de Janeiro em busca de uma simples foto.

Em entrevista à coluna Retratos da Vida, do jornal ‘O Dia’, a funkeira contou: “Fiquei atrás dela que nem fã. Fiquei nervosa demais. Foi tudo inesquecível. Chorei muito. Quando eu era criança, queria cantar igual a ela. Sou fã e ponto. Jamais pedi foto e fiz metade do que fiz para vê-la por quem não sou fã. Foi a primeira e penúltima vez. Um dia, vou ver a Mariah Carrey e fazer tudo de novo. Sou muito fã da Mariah”.

Depois de furar o bloqueio dos seguranças e fazer uma quase selfie com Rihanna na última sexta-feira, Anitta contou que não se deu por vencida. A cantora entrou em um taxi acompanhada de um produtor e seguiu a comitiva da musa de Barbados que se dirigia até a churrascaria Fogo de Chão, em Botafogo.

Lá, Rihanna almoçava com Claudia Leitte e sua equipe em uma sala reservada quando Anitta apareceu e pediu para falar com Claudia. Segundo o colunista Leo Dias, foi a loira quem apresentou a funkeira a Rihanna, alegando que ela era uma cantora de sucesso no Brasil e que queria lhe conhecer.

Rihanna, então, teria recebido Anitta durante seu almoço e lhe dado mais atenção. No final, para corrigir sua ‘falha’, ela fez uma foto, digamos, mais íntima com Anitta.

O problema é que a primeira e famosa ‘selfie’ de Anitta com Rihanna no Hotel Bud acabou virando motivo de piada até em sites internacionais. O Daily Mail, por exemplo, classificou o encontro como um “incidente internacional no mundo do entretenimento”, e um blog ainda a chamou de “alguma cover das Kardashian”.

Para acompanhar a foto, a carioca fez praticamente uma declaração de amor a Rihanna, escrevendo: “Hoje foi minha vez de ser fã. Não contive a emoção desde que ela chegou ao Brasil e fui conhecer minha musa inspiradora. Nas outras vindas dela pra cá, eu me segurei, mas sou de carne e osso né?! hahaha… Hoje o coração falou mais alto. Não fiz a linha contida, não fiz a linha acostumada, não fiz a linha blasé, não fiz a linha íntima… Fui só eu mesma, admiradora (e muito nervosa também) na frente da sua maior referência, e não pude ter resultado melhor…. Deslumbrante, carinhosa, maravilhosa e tudo mais… Simplesmente estou mais apaixonada ainda. Ver pessoalmente a mulher que me fez sonhar acordada todas as vezes que via um trabalho, me encorajando para correr atrás do meu sonho, é uma experiência inexplicável. Segurei o choro. Meu ícone de personalidade artística, hoje na minha frente, me abraçando, falando comigo. Seu trabalho mudou a minha vida de forma direta. Minha admiração por ela não tem tamanho, e hoje pude dizer isso pessoalmente. Riri (sic)”.