tn_IMCE (3)

Ação do Plano Verão 2020 tem o objetivo de reforçar a importância do sistema de sirenes

 

 

Os agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias visitaram os pontos de apoio do Siméria (E.M. Rosalina Nicolay) e da 24 de Maio (E.M. Augusto Meschick) nesta quinta-feira (05.12). Além de verificarem as condições de cada prédio – que servem de abrigo em casos de fortes chuvas – também foram entregues cerca de 200 cartilhas de prevenção aos desastres de origem natural para moradores e comerciantes dessas localidades. Até o dia 18 de dezembro, a Defesa Civil irá vistoriar todos os 15 pontos de apoio existentes no município.

 

 

tn_IMCE (5)

Pela manhã, no Siméria, os agentes verificaram as condições da placa do ponto de apoio e fixaram cartazes do programa SOS Chuvas na escola e no comércio próximo. Na sequência, houve a distribuição das cartilhas de prevenção aos desastres de origem natural. O mesmo trabalho foi realizado à tarde, na Rua 24 de Maio. “Com a chegada do período de fortes chuvas, precisamos estar preparados caso seja necessário acionar alguma sirene”, explica o coronel Paulo Renato, secretário de Defesa Civil.

 

Esse calendário de operações nos bairros da Defesa Civil integra as ações de prevenção do Plano Verão 2020 e reforça a importância do Sistema de Alerta e Alarme. Também é uma maneira de preparar os pontos de apoio para estarem abertos na estação mais crítica do ano. “O mais importante é estarmos alinhados com a Defesa Civil caso seja necessário abrir a escola”, destacou a diretora da E.M. Rosalina Nicolay, Rose Narciso Viana Ferreira.

 

Petrópolis conta com 20 conjuntos de sirenes do Sistema de Alerta e Alarme em 12 comunidades: Gentio, Buraco do Sapo, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe. São 15 pontos de apoio, que são locais seguros para os moradores permanecerem caso os índices de chuva estejam alarmantes. O calendário de operações da Defesa Civil será realizado em todos estes locais.

 

“Os pontos de apoio funcionam muito bem como um local seguro até que a chuva passe. É importante que a população entenda como esse sistema funciona e acredite que dessa maneira a gente pode salvar vidas”, reforça o prefeito Bernardo Rossi.

 

A próxima ação do calendário acontece na terça-feira (10.12), na E.M. Stefan Zweig, no Quitandinha. No mesmo dia, às 14h, será a vez da visita na E.M. Marcelo Alencar, no Espírito Santo.

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Petrópolis