tn_Creas


O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que tem como objetivo atender adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de liberdade assistida e de prestação de serviços à comunidade, realizou a inserção de 49 adolescentes no mercado de trabalho.

Atualmente, quarenta e nove adolescentes cumprindo medidas socioeducativas em Petrópolis estão em uma espécie de trainee, onde podem aprender um novo ofício. Os serviços funcionam como uma escola, todos os jovens passam por um treinamento, é um lugar onde eles podem ver o mundo de outra forma, em relação as atitudes que os levaram ao cumprimento da medida.

“Desenvolvemos um trabalho com o objetivo de ressocializar nossos jovens. São oportunidades importantes, para que eles deixem para trás os motivos pelos quais estão cumprindo a medida socioeducativa. A proposta é, acima de tudo, estimulá-los a trabalhar, continuar os estudos e conhecer novas oportunidades”, destaca a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

Atualmente existem cinco adolescentes que estão na Turispetro, passando por treinamento para o Natal Imperial. Os meninos e meninas farão parte do grupo que receberá os turistas, dando as boas-vindas e coletando dados (cidade de origem, número de pessoas, o que farão em Petrópolis, tempo de permanência. emails) para fazer um levantamento ao final do período.

A idéia do projeto é que cada vez mais os jovens estejam aprendendo coisas novas e conhecendo o mundo que existe fora dos limites da comunidade.

O Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS) atende jovens encaminhados pela Vara da Infância e da Juventude que precisam cumprir medidas socioeducativas em meio aberto. São casos de adolescentes que cometeram infrações e são indicados à liberdade assistida e prestação de serviços comunitários durante o tempo que for determinado judicialmente. Atualmente cerca de 70 jovens são acompanhados pelo (CREAS).

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis