tn_20191021_084846

 

O município convocou 21 aprovados no concurso da Saúde para atuarem como agentes comunitários e agentes de endemia. Nesta segunda-feira (21.10), o grupo iniciou o curso introdutório, no qual tiveram informações sobre toda a rede de saúde, além do funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS). Serão 40 horas de curso teórico, em seguida, mais 40 horas de curso prático. Os novos agentes começarão a trabalhar a partir do dia 04 de novembro.

Os novos agentes da saúde irão atuar na Posse, Alto da Serra, Meio da Serra, Bingen, Valparaíso e Itaipava. Os profissionais, que irão reforçar as equipes da saúde, são o elo da comunidade com a rede, atuando de frente e de perto na assistência da população. O chamamento é referente ao concurso realizado em 2016.

“Estamos convocando os candidatos para reforçar e ampliar todo o atendimento que a rede de saúde oferece para a população. Estamos avançando para qualificar nossa assistência e acompanhar de perto todas as demandas do município trabalhando com a prevenção”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

Durante o curso, os candidatos puderam conhecer todas as ações da saúde e a preparação dos agentes para a Saúde da Família. Profissionais dos setores, como: superintendente de Saúde; Atenção Básica, Gerente de Saúde da Posse; Assistente Social; Agentes de endemia, vigilância epidemiológica e diretora do departamento de vigilância foram um dos representantes que ministraram o encontro que termina na sexta-feira (25.10).

“O trabalho dos agentes é muito importante no município. São eles que fazem as visitas comunitárias, apóiam as necessidades da comunidade levando as demandas para a rede. Serão um reforço para recompor as equipes da saúde. Estamos estudando as áreas para fazer novos chamamentos”, frisou a secretária de Saúde, Fabíola Heck.

“Foi uma surpresa muito boa, porque agora vou trabalhar seguro e perto de casa. Estou muito feliz”, contou Emerson Mattos da Silva, que mora na Posse e será o local onde irá atuar como agente de saúde.

Segundo a chefe de gestão do Núcleo de Educação da Saúde e psicóloga, Maria Zenith Nunes Carvalho, os agentes irão conhecer a vulnerabilidade da região, é um contato direto com a comunidade. “Aqui no curso os futuros agentes terão orientações sobre como é ser um agente, a visão do SUS, como foi criado, o trabalho no território, equipe da rede de atenção, entre outros. Formamos nossos profissionais para que eles sejam aptos ao que o SUS precisa” contou Maria Zenith, que ainda destacou que os profissionais recebem educação especializada permanente.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis