tn_IMG_8585

 

A Cidade Imperial vai contar com uma escola de samba representante no Carnaval carioca do próximo ano: a Império de Petrópolis será a sétima a desfilar na Intendente Magalhães. Localizado em Madureira, este é um dos grandes centros do samba do Rio de Janeiro e serve de base para as escolas do grupo de acesso ao Sambódromo. Fundada há cerca de três anos, a agremiação vai levar 500 pessoas ao desfile, com um enredo sobre uma paixão nacional, a cerveja.

 

tn_IMG_8614

 

 

Na última quinta-feira (10.10), a diretoria e parte dos membros da escola se apresentaram no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni, e lançaram, oficialmente, o enredo: “De pão líquido à paixão nacional”. Sem quadra fixa, a escola é itinerante e reúne apaixonados pelo samba em toda a cidade. “Tivemos a Vila Isabel este ano, que fez um belo Carnaval sobre Petrópolis, e agora vamos ter uma escola da cidade desfilando. Estamos trabalhando para fazer um grande Carnaval”, explica o presidente da Império de Petrópolis, Mestre Ivo.

Passistas, parte da bateria, o intérprete Nardo Simpatia, entre outros membros apresentaram um pouco do que será levado à capital no próximo ano pela escola, que tem Laerte Gulini como carnavalesco. Na Intendente Magalhães, desfilam as escolas de samba da LIESB e demais associações que desejam subir para o ponto mais alto do Carnaval do Rio: a Sapucaí. Apesar de uma estrutura menor que os desfiles da Sapucaí, as fantasias e o profissionalismo são praticamente do mesmo nível, já que a vencedora do Grupo B desfila no Sambódromo no ano seguinte.

“O Carnaval é uma festa cultural tradicional em todo o país. E estamos muito felizes de ver que Petrópolis também terá sua representante no Carnaval do Rio, que é o maior Carnaval do mundo”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Marcelo Florencio. “Foi uma apresentação muito bonita, a cidade toda agora precisa conhecer essa escola e espero que a gente continue mostrando nossa cidade pro Brasil e pro mundo”, completa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Este ano, mais de 2 bilhões de pessoas não só no Brasil como em mais de 100 países mundo afora acompanharam os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, incluindo o da Vila Isabel, que levou para a Marquês de Sapucaí a história de Petrópolis e conquistou o 3º lugar no Carnaval carioca. A divulgação espontânea da cidade – sem a aplicação de dinheiro público – pode trazer reflexos positivos para o Turismo, o que fortalece a economia do município.

 
Texto: Assessoria
Foto: Divulgação