tn_IMG (2) (4)

 

Durante cinco dias, Petrópolis vai celebrar a influência da cultura italiana na cidade com a Serra Serra. A festa, que é uma homenagem aos imigrantes que ajudaram no desenvolvimento do município, foi aberta na noite desta quarta-feira (18.09), no Palácio de Cristal, pelo prefeito Bernardo Rossi. Com muita música, danças folclóricas, teatro e atividades para as crianças, o evento vai até domingo (22), com entrada gratuita. Todo o atrativo foi decorado nas cores verde, branca e vermelha e recebeu barracas de alimentação com as delícias da culinária típica.

“É muito gratificante ver esse Palácio cheio, ocupado mais uma vez por esse importante evento. Uma festa que homenageia a cultura italiana, que faz parte da história de Petrópolis, das nossas raízes, das nossas tradições. Que fortalece ainda mais o nosso laço com a Itália”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. “Importante lembrar também que é uma festa do nosso calendário turístico. Acabamos de receber mais uma vez a classificação A no Mapa do Turismo Brasileiro e isso, em boa parte, é fruto dos eventos”, completa.

Na abertura, logo após a solenidade, o público pôde contar com a apresentação do trio “Três Tenores Brasileiros”. Formado por Armando Valsani, Rubens Medina e Paulo Spartani, com arranjos e direção musical do maestro Feliciano Motta, o trio apresentou um show que foi do popular ao erudito, do romântico a trechos de ópera, mesclando clássicos nacionais. Até domingo, quem passar pelo Palácio de Cristal vai poder mergulhar na cultura italiana com uma intensa programação.

“Até o encerramento, o público vai poder aproveitar as diversas atrações, que são voltadas para toda a família. Vamos ter tributos a Renato Russo, Eros Ramazzotti e Laura Pausini, por exemplo, além de apresentações de teatro, contação de história para as crianças e muito mais”, frisa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Marcelo Florencio.

Ainda durante a abertura, o público pôde registrar sua passagem pelo evento com o famoso “gondoleiro”, o que acontece também até o fim da festa. Interpretado pelo ator Tatá Francisco, ele recebe os visitantes em sua estilizada “gôndula”, que tem como cenário para sua “Veneza” os jardins do Palácio de Cristal. O público ainda contou com o casal em perna de pau Raul e Iza Lima, outra atração da festa até sábado. A abertura também recebeu a “benedizione”, uma benção feita, este ano, pelo Frei Jorge, da paróquia do Sagrado Coração de Jesus.

A solenidade de abertura também contou com a presença da presidente da Casa D’Italia Anita Garibaldi, Graça Vescovini, que organiza o evento em parceria com a prefeitura: “É com muito prazer que mais uma vez Petrópolis celebra a presença de uma cultura tão importante. Essa festa veio pra ficar”, disse ela.

Petrópolis homenageava seus descendentes italianos com a Festa Italiana, que contou com quatro edições em Cascatinha, distrito onde muitos imigrantes se estabeleceram para trabalhar na Companhia Petropolitana de Tecidos. A festa é a origem da Serra Serata, que hoje é um dos principais eventos do calendário turístico da cidade.

“Pessoas de diversas cidades, principalmente próximas a Petrópolis, vêm atraídos pela programação cultural da cidade, como a Serra Serata. A cada ano, os eventos estão ganhando mais força e atraindo mais turistas. Isso é fundamental para a economia do município”, completa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação