tn_CIE

 

Um espaço para a prática de esportes voltados à iniciação e ao alto rendimento, que também serve de estímulo na formação de novos atletas. O Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, no Caxambu, é o principal ginásio público poliesportivo do município. Inaugurado em março do ano passado pelo prefeito Bernardo Rossi, o local é palco de competições estudantis e universitárias, recebendo também etapas de torneios regionais e nacionais, que reúnem atletas de diversas regiões do país. Além disso, o CIE já atende a cerca de 800 adultos e crianças mensalmente em 14 modalidades e tem a capacidade para contemplar até 2 mil pessoas com as atividades.

“O CIE é um grande marco da nossa gestão. Em toda cidade, entre a construção e a reforma de equipamentos esportivos, vamos entregar locais que vão beneficiar diretamente mais de 20 mil pessoas. Dessa forma, garantimos mais saúde e qualidade de vida”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi, lembrando que a construção do CIE foi retomada no início de 2017, quando a prefeitura pagou uma dívida de R$ 60 mil que paralisou a obra em 2016.

“Pouco mais de um ano depois, em março do ano passado, conseguimos inaugurar o CIE, sendo um grande avanço para o esporte de Petrópolis. O local é uma ferramenta importante na formação de atletas e também de cidadãos”, completa o prefeito. Além das 14 modalidades, a prefeitura estuda a possibilidade de aumentar o número de esportes oferecidos dentro do complexo, como, por exemplo, a inclusão de aulas de boxe.

Atualmente são aulas de futsal, vôlei, handebol, basquete, basquete 3×3, jiu-jitsu, muay thai, karatê, judô e capoeira, de segunda à sexta-feira, de 10h às 18h, para o público infantil. Para os adultos, existem turmas de dança, ginástica, alongamento e bocha adaptada. A comunidade conta também com um horário para o futsal adulto masculino, atendendo a um desejo antigo dos moradores do Caxambu. Um torneio entre os times do bairro também foi disputado.

“A modalidade também marcou o principal evento realizado no CIE em nível nacional, que foi a Taça Brasil sub-20 no ano passado. Torneios como esse, além de criar uma opção de lazer para os petropolitanos, também atrai visitantes, que acompanham o esporte”, explica Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer, lembrando que em uma semana de competição, o torneio movimentou cerca de R$ 500 mil reais no município.

“Além da Taça Brasil, também recebemos uma etapa estadual de handebol e outra de futsal para surdos, assim como realizamos os jogos estudantis e o Campeonato Universitário Petropolitano. O CIE atende o esporte de alto rendimento, atividades de lazer, para portadores de deficiência, bem como na escola”, disse o superintendente.

Além do CIE, a atual gestão entregou as reformas das quadras dos bairros Morin e Pedras Brancas. Além dessas, serão realizadas melhorias nas quadras do Amazonas, Vila São José, Comunidade Oswaldo Cruz, Comunidade do Alemão e Vale do Carangola. “Vamos aproveitar estes espaços para a instalação de programas que atendam as comunidades. O Programa Segundo Tempo, do governo federal, será a próxima novidade”, completa Leandro.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis