tn_IMG_3644

Período de inverno e férias aumenta em 30% movimento nos bares e restaurantes

 

            Com o turismo em alta em Petrópolis – a taxa de ocupação hoteleira chegou a 98% em toda cidade em um dos fins de semana de julho -, diversos setores da economia têm faturado com o aumento de visitantes circulando pelo município. Um deles é a gastronomia, com bares e restaurantes registrando crescimento de até 30% no movimento nesta alta temporada, principalmente em função do inverno e das férias escolares. Alguns estabelecimentos vêm apostando em cardápios para chamar a atenção dos turistas, inclusive com festivais que combinam com o clima frio, como festivais de fondues, caldos, vinhos, entre outros, ou pratos especiais.

Conhecida também por seus pólos gastronômicos, com cerca de 300 restaurantes, muitos considerados de excelência – para todos os gostos e bolsos, boa parte dos visitantes que a cidade recebe chega atraída pelo setor. “Além de todos os atrativos históricos e culturais, as belezas naturais, e muitas outras atividades turísticas, Petrópolis também é referência quando o assunto é gastronomia. E os estabelecimentos têm sentido essa melhora no movimento graças a alta do turismo. Isso só comprova que estamos no caminho certo do setor. Ele é fundamental para a economia do município”, frisa o prefeito Bernardo Rossi.

Com dias de temperaturas baixas e férias, julho foi o ápice da alta temporada para o turismo no município, junto com a Bauernfest, em junho, que atraiu mais de 450 mil pessoas para a Cidade Imperial. Este é considerado o melhor período para o setor de, pelo menos, os últimos 10 anos. A mais recente atualização do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho, revelou que o setor de serviços, que inclui meios de hospedagem e alimentação – como bares e restaurantes, gerou 177 empregos em junho. Em todo primeiro semestre foram 480 novos empregos.

A proprietária da Churrascaria Majórica, no Centro Histórico, Angélica Brum, comprova o aumento do movimento neste período em função da alta no turismo. “Ainda não fechamos o balanço para comparar com o ano passado, mas eu acho que este ano está maior. O movimento está melhor em relação aos outros meses e temos recebido muitos turistas, tanto aquelas pessoas que se hospedam quanto as que vêm para passar um dia e voltam. Essas procuram a Rua Teresa, os atrativos e sempre param para almoçar. Até durante a semana o movimento está melhor”, frisa ela.

Pensando também no público que vem de fora da cidade novos empreendimentos têm surgido na cidade. É o caso do restaurante Brazilian Bistrô, que inaugurou no período da Bauernfest e desde então tem como foco os turistas. “Tivemos um movimento muito grande durante a festa e ainda estamos recebendo muitos visitantes. A maioria é de São Paulo, Minas Gerais ou do Rio de Janeiro. Estamos no caminho entre vários atrativos e por isso um dos focos do restaurante é turista”, explica o garçom Cristiano Dias.

Quem visita a Cidade Imperial diz não se arrepender. “Estou encantada. É tudo muito lindo. Essas árvores, esse verde, é incrível”, frisa a aposentada Geny de Castro. “Gosto muito de história e estou adorando Petrópolis. É a primeira vez que venho. Já pesquisei na internet e vi que tem ótimos restaurantes, vou querer conhecer também”, completa a auxiliar administrativa Elza Giardini. As duas vieram de Belo Horizonte-MG passar férias em Petrópolis.

Em toda a alta temporada – de maio a agosto -, Petrópolis deverá ultrapassar 1 milhão de visitantes no período. O número é metade do que o município recebe anualmente. “A cidade é categoria A no Mapa do Turismo Brasileiro e já se firmou no setor. Estamos trabalhando para que não só a alta temporada lote a cidade, mas também outros períodos do ano”, acrescenta o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis