tn_20190613CPACPA_4185

Por toda a cidade, lojas fechadas, pequenas salas comerciais ou até garagens residenciais abrem as portas provisoriamente para a venda de artigos de segunda mão. Mais do que uma alternativa para a crise econômica, os bazares fazem parte de uma nova forma de consumo.

 

Segundo a pesquisa Global Consumer Trends 2019, realizada pelo Euromonitor International, assinada por Alison Angus e Gina Westbrook, o consumidor está mais autentico, por isso, buscam produtos diferenciados. Da mesma forma, os hábitos de consumo estão sendo reavaliados, abandonando o materialismo exagerado.

 

Atentas a esta tendência e preocupadas em estimular o consumo consciente, três amigas decidiram empreender e criaram o “Desapego”, um brechó chique que nasce com uma missão sustentável. “Percebemos que muitas pessoas que conhecemos compram mais do que precisam e depois ficam com produtos em casa que nunca usaram ou acabam guardando itens que não trazem boas lembranças porque não sabem o que fazer com eles”, contou Rosana Hazan, explicando que a experiência da amiga Helena Costa com a organização de bazares para o projeto social “Amigos Assistenciais” durante os últimos 15 anos indicou o caminho do novo negócio.

 

“Mais do que um brechó chique, nossa intenção foi criar um espaço alternativo em que vamos estimular as pessoas a repensar o consumo, evitando o desperdício, e promover a troca de energias em torno dos objetos. Toda peça pode começar uma nova história em outro lar”, avaliou a sócia Roberta Rodrigues, adiantando que todas as peças à venda passam por um criterioso processo de avaliação e lavagem. Além de roupas femininas, masculinas e infantis, o brechó também terá artigos de decoração.

 

Helena Costa lembra que o próprio conceito dos bazares já é sustentável: “Quando optamos por peças seminovas, ampliamos seu uso e damos a elas um destino apropriado. Queremos que as pessoas esvaziem os armários que estão ocupados por coisas que não usam e abram espaço para aquilo que verdadeiramente precisam e que também pode ser algo seminovo!”, disse.

 

O projeto do trio de amigas, que inaugura no próximo dia 13 de julho, também tem preocupação social. Como a ideia nasceu da experiência com o projeto “Amigos Assistenciais”, que atende, atualmente, 50 famílias por mês do Dr. Thouzet, parte do que for vendido no Desapego será revertido para o projeto.

 

Serviço:

Desapego – Espaço alternativo

Rua Jorge Justen, 947C – Bingen (Clube Celminha)

Funcionamento: quartas, quintas e sextas-feiras, de 13h às 20h.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação