tn_Petrópolis da Paz oferece curso de Mediação Escolar para professores da redeAinda há vagas disponíveis nos turnos da manhã e tarde

 

Com o objetivo de ampliar a cultura de Paz por toda rede de educação, o Programa Petrópolis da Paz está com vagas disponíveis para o curso de Mediação Escolar, agora para os professores. A primeira aula de apresentação aconteceu nesta quarta-feira (03.07). São cinco encontros, mensais, em dois turnos – manhã e tarde, na Casa da Educação. As inscrições podem ser feitas através do telefone 2246-6006.

O Programa Petrópolis da Paz implantou em quatro escolas da rede municipal, o programa Mediação de Conflitos, em 2018, com resultados positivos e se expandido até este ano. O curso tem explanações teóricas e práticas, com atividades que poderão ser utilizadas em sala de aula.  São dinâmicas e atividades que envolvem temas como conflitos, escuta ativa, processos, resoluções, diálogo, respeito, empatia entre outros. Os profissionais aprendem ferramentas e técnicas para serem utilizadas diante de um conflito. Dentro das tarefas, a equipe avalia os sentimentos, reações, emoções e ressaltam a importância da empatia.

Os encontros já acontecem para os diretores das unidades, e o novo curso para os educadores serão um novo braço para ampliar os aprendizados a serem aplicados na comunidade escolar.

“O curso para os professores é uma forma de multiplicar a cultura de paz. Dar acesso ao professor as ferramentas que podem ser utilizadas em uma mediação, é complementar um trabalho que já está sendo realizado pelo diretor. Usamos a forma de círculo para construção de paz, onde acontece uma troca de experiências contribuindo para o coletivo”, destacou a pedagoga e psicóloga e responsável pelo Departamento da Mediação Escolar, Vanessa Siqueira.

Segundo a professora de duas unidades da rede, Regina de Jesus Santana, já na primeira aula as técnicas utilizadas já surpreenderam. “Superou minha expectativa. Uma dinâmica de fácil entendimento e trabalhamos questões de comunicação e formas de verbalização. Me ajudou a rever os conflitos e gostei muito da forma apresentada em círculo. Quero logo tentar implantar no dia-a-dia das escolas”, contou a professora.

“Queremos buscar soluções para os conflitos e mudanças através da educação com o objetivo de buscar a inclusão e paz social. Os cursos são mais um braço do nosso programa para ampliarmos a cultura de paz no município”, disse a coordenadora do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa Petrópolis da Paz, Elsie-Elen Carvalho.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis