tn_Exposição do Cavalo Mangalarga movimentou Parque de Itaipava

            A 34ª Exposição Estadual do Cavalo Mangalarga Marchador foi responsável por movimentar o Parque Municipal, em Itaipava, neste fim de semana. Com mais de 350 animais vindos de haras de diversos estados do país, mais de 10 mil pessoas passaram pelo evento, entre quarta-feira (19.06) e sábado (22) para acompanhar os campeonatos e apresentações, e ainda puderam contar com gastronomia, feira de artesanato, atividades para as crianças, entre outras atrações, em uma grande estrutura que contou até com camarotes.

Eventos de cavalos ajudam a movimentar e aquecer a economia da região. Este ano, além do Mangalarga Marchador, o espaço também já recebeu eventos do Pampa e Campolina. “O parque tem a estrutura perfeita para este tipo de evento e a intenção é continuar atraindo o maior número possível de exposições de cavalos, porque elas mexem com a economia de toda a região, inclusive de hotéis e comércio ao redor”, frisa o prefeito Bernardo Rossi.

A 34ª Exposição Estadual do Cavalo Mangalarga Marchador contou com cerca de 100 expositores da raça, com a presença de alguns dos melhores haras do país. O veterinário responsável do evento, José Carlos Gomes, explicou que, mesmo antes de a exposição começar oficialmente a cidade já estava movimentada. “Os cavalos começaram a chegar no início da semana. Isso movimenta muito a economia da cidade. Tem haras que vem com mais de 10 pessoas cada, além de toda a família, que se hospeda nos hotéis, aproveita a gastronomia. A estrutura do parque e de Petrópolis é muito boa. Tem ainda diversas opções de turismo, que as pessoas adoram”, frisa.

Esta foi a última exposição no Rio de Janeiro classificatória para a nacional. O evento teve julgamentos de marcha e morfologia e premiação em dinheiro. Criadores vindos de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, entre outros estados trouxeram seus animais.

“A vinda de eventos como esse para a cidade só mostra como o município já virou uma referência e a tendência daqui pra frente é a de receber cada vez mais. A rede hoteleira, comércio e restaurantes na região ganharam muito com a presença dos criadores em Petrópolis”, explica o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação