tn_IMG_7214

Força de segurança composta por 209 homens e mulheres atua fortemente na cidade

O mês de julho será de comemorações para a Guarda Civil de Petrópolis. A corporação, formada por 209 homens e mulheres com atuação na preservação do patrimônio público, força de segurança reconhecida como essencial e ainda com forte trabalho social, completa 95 anos no dia 12 e uma série de eventos vai marcar o aniversário. Entre eles caminhada que começa na Av. Barão do Rio Branco em direção ao Parque Natural no dia 7; o início da campanha de doação de sangue no dia 8; o encerramento da arrecadação de alimentos no dia 9, uma solenidade de aniversário e uma apresentação do canil na Praça da Liberdade no dia 14.

Também na data em que completa 95 anos, está previsto que o prefeito Bernardo Rossi altere, por decreto, o regimento interno da corporação, adequando ao Estatuto Geral das Guardas, ampliando a participação efetiva na segurança pública do município. Com isso, os agentes vão passar por novos processos de capacitação para atender ainda mais a população.

“A programação de aniversário também é uma forma de reconhecimento aos serviços prestados pelos nossos agentes. Estamos trabalhando para que a nossa corporação esteja ainda mais fortalecida, assumindo um compromisso ainda maior com a nossa cidade”, afirmou o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

O primeiro evento da programação de aniversário foi um café da manhã dos agentes com o prefeito Bernardo Rossi no dia 6 de junho. Neste dia, o prefeito assinou o decreto que criou uma comissão independente que será responsável por avaliar o trabalho prestado pelos agentes e anunciou o envio para a Câmara de Vereadores da proposta de lei que cria o Fundo Municipal de Segurança Pública.

“É mais uma forma de fortalecimento da Guarda Civil e também vai dar independência. Esse fundo vai permitir que os agentes possam melhorar ainda mais o serviço de atendimento para os petropolitanos”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

O Fundo Municipal de Segurança Pública será o mecanismo para que o município consiga captar recursos do SUSP, que teve verbas de aproximadamente R$ 800 milhões só no ano passado. Será possível apresentar projetos para aquisição de uniformes, viaturas, equipamentos de proteção individual (como capacetes para os agentes que se deslocam de moto), de comunicação (como rádios), entre outros tipos.

A Guarda possui projetos, por exemplo, para reestruturação do Parque Natural Padre Quinha (cuidado pelo Grupamento Ambiental da GC) e criação do Sistema de Guarda Comunitária Móvel, que pretende apresentar ao governo federal e poder desenvolvê-los. Hoje, a corporação atua dentro da Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) e vem trabalhando com intensidade desde o início da gestão.

“A Guarda vem avançando nos últimos dois anos, com viaturas, novos uniformes, temos setores funcionando de forma muito importante para a cidade, como a Ronda Escolar, o canil, o grupamento de trânsito e tantos outros serviços”, disse a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis