tn_Defesa Civil faz campanha no Dia Mundial do Doador de sangue

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias realiza nesta sexta-feira (14.06), Dia Mundial do Doador, mais uma campanha no Banco de Sangue do Santa Teresa, no Bingen. A ação antecede o feriado de Corpus Christi, no 20 de junho, data sensível para o local, que recebe menos doadores neste período. A meta é ajudar a abastecer os estoques do banco, que estão abaixo da média esperada. As reservas dos sangues O+, O -, B – e A – estão em níveis mais críticos.

O Banco de Sangue atende as duas UPAs da cidade, o CTO, o Hospital Unimed e o próprio Hospital Santa Teresa, que é referência em atendimento de feridos de acidentes de trânsito. Segundo Vinicius Paulo Neves Pereira, captador de doações, as doações diminuem por causa da temperatura e também por conta do feriado.

“Neste período, por conta das gripes e resfriados, o número de doações são menores. Além disso, na semana que vem tem o feriado de Corpus Christ, que também é um período mais crítico. A iniciativa da Defesa Civil pode contribuir bastante neste sentido”, disse Vinícius.

A ação faz parte do eixo humanitário do Plano Inverno municipal, lançado na última quarta-feira pela prefeitura. Além dela, segue acontecendo a campanha do agasalho na Praça Dom Pedro e na sede da Defesa Civil, na Rua Buarque de Macedo, 128, no Centro, até o dia 4 de julho. Segundo o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato, o objetivo é normalizar os estoques do banco de sangue.

“Para isso, convidamos a todos os funcionários e suas famílias para a campanha. Sabemos que nos feriados prolongados as doações diminuem, então, resolvemos organizar a campanha. A Defesa Civil é prevenção, precisamos pensar sempre no ser humano”, disse o secretário.

Um único doador pode ajudar até quatro pessoas com a bolsa de sangue. Isso porque o material colhido é separado e podem ser usadas plaquetas, hemácias, plasma e criopreciptado – cada um com uma função diferente. Como o tempo de armazenagem também varia (por exemplo, as plaquetas, usadas para coagulação, podem ser armazenadas por apenas cinco dias), é necessário que as doações sejam frequentes para atender toda a demanda.

Podem doar todas as pessoas entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e que pesem mais de 50 quilos. Jovens de 16 a 17 anos também podem doar acompanhados dos responsáveis. Não é necessário fazer jejum, mas é importante não ingerir alimentos gordurosos três horas antes da doação. Também não se deve consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

As únicas restrições são a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano. Pessoas que fizeram algum procedimento, como endoscopia, só podem doar após seis meses da realização da intervenção. O banco de sangue funciona todos os dias, de 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen – ao lado do HST.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis