tn_WhatsApp Image 2019-06-09 at 20.47.58 (2)

 

 

Escola Campeã! Esse é o nome do projeto de Karatê, apoiado pela prefeitura, através da secretaria Municipal de Educação, que vem formando campeões. Mas apesar das dezenas de títulos, entre eles Mundial, Pan-Americano, Brasileiros e Estaduais, o projeto precisa de patrocínio para disputar o próximo Campeonato Brasileiro Unificado, que acontece nos dias 13 e 14 de julho, no Ibirapuera, em São Paulo.

 

tn_WhatsApp Image 2019-06-09 at 20.47.57 (1)
O projeto, que existe há 18 anos, atende gratuitamente a cerca de 180 alunos, que representam escolas da Rede Municipal de Ensino.
Os lutadores, durante este período, já conquistaram um Mundial; em 2000, no Paraná; 12 Pan-Americanos; 32 títulos Brasileiros, Copas Sul-Sudeste; e centenas de Estaduais.

 

tn_WhatsApp Image 2019-06-09 at 20.47.58
Porém com tantos títulos conquistados, o Escola Campeã busca apoio financeiro para 26 atletas inscritos no Brasileiro de 2019.
- A secretaria de Educação deve nos fornecer o transporte. Porém temos ainda hospedagem e alimentação para os atletas – lembra o Sensei Luís Antônio Silva faixa Preta 4° Dan, um dos responsáveis pelo projeto.
A ideia é levar caratecas do Mirim ao Adulto. Eles enfrentarão representantes de todas as Federações do Brasil. Um deles defenderá o título Brasileiro.
Guilherme da Silva Gonçalves, de 16 anos, aluno do 9° ano da Escola Germano Valente, é o atual campeão Nacional da categoria.
- Comecei no karatê com 15 anos. Minha irmã Camille Vitórya, de 9, me incentivou – contou ele, que possui ainda cinco títulos Estaduais.

 

tn_WhatsApp Image 2019-06-09 at 20.47.58 (1)

QUATRO MEMBROS DA MESMA FAMÍLIA ESTÃO NO PROJETO

João Paulo, de 19 anos; Simon, de 17; e Cauã, de 14 anos. O que eles têm em comum? São irmãos. Só que além deles, a mãe Maria Clara do Nascimento Fontoura, de 53, também pratica o karatê.
- O karatê é muito importante para mim e para meus filhos, pois nos trouxe disciplina – assegura Maria Clara.
E para que todos participem do Brasileiro, ela se vira como pode para angariar recursos. Faz rifas, festival de pastel e até montou um bazar, no bairro Siméria.
Juntos, os irmãos Nascimento possuem cerca de 320 medalhas, dos diversos campeonatos que disputaram até o momento.
João Paulo conquistou o titulo Mundial, em 2015. Ele possui ainda vitórias em Pan-Americano e Copa Sul- Sudeste.
Para o Sensei Leonardo Fones, faixa Preta 3° Dan, outro integrante do projeto, o objetivo é criar cidadãos.
- As medalhas são frutos do nosso trabalho – define o Sensei, que foi aluno de Luís Antônio, quando tinha apenas 8 anos.

 

tn_WhatsApp Image 2019-06-09 at 20.47.58 (4)ALUNO DE 6 ANOS É O MAIS NOVO DO PROJETO

Bernardo Paiva da Costa Bach, de 6 anos, começou recentemente no projeto.
- Gosto do karatê e aqui conquistei novos amigos – diz Bernardo, aluno da Escola Municipal Monsenhor Gentil.
Pessoas que quiserem ajudar os caratecas podem entrar em contato com o Sensei Luís pelo telefone: (24) 9 8842-7230.
As aulas do Projeto Escola Campeã acontecem na Fábrica do Saber e na Municipal Maria Campos.
Além dos Senseis Luís e Leonardo, participam ainda o Sensei Sérgio Coelho e a faixa Marrom Lorrana Theodoro.

 

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação