tn_Teste do pezinho foi a temática dos atendimentos do Centro de Saúde nesta quinta ok

Cinco gotinhas de sangue que podem ajudar a identificar e prevenir doenças graves logo nos primeiros dias de vida de um bebê. É o que possibilita o tradicional teste do pezinho que teve a sua importância enfatizada no Centro de Saúde Coletiva, nesta quinta-feira (06.06). Com decoração e profissionais voltados para o tema, a unidade de saúde comemorou o Dia Nacional do Teste do Pezinho. O trabalho de orientação para os cuidados preventivos com a saúde continua nesta sexta-feira (07.06). Haverá abordagem sobre a importância de se manter o calendário de vacinação em dia. Entre as 10h e 14h, a ONG Abraços que Curam fará apresentação teatral com fantoches com a temática.

Apesar de toda tensão que causa, o exame não oferece dor ou sofrimento para os bebês, que levam uma pequena picada para a extração do sangue pelo calcanhar. A mãe da pequena Maria, a dona de casa Bruna Vieira Silva, 29, foi uma das que compareceu ao Centro de Saúde nesta quinta-feira, para fazer o teste na filha nascida há nove dias. “O exame é muito importante, é para uma boa causa. Através dele temos a certeza que nosso bebê está bem e não corre risco de doenças”, conta Bruna, que tem mais um filho de dois anos, com quem teve o mesmo cuidado e fez o exame logo nos primeiros dias de vida.

tn_Teste do pezinho foi a temática dos atendimentos do Centro de Saúde nesta quintaNo mesmo dia do teste do pezinho, a pequena Maria, também recebeu a primeira dose da BCG, imunização importante contra tuberculose. No Centro de Saúde, as duas medidas preventivas para a saúde do bebê são feitas juntas. A criança que vai fazer o teste do pezinho, já recebe a dose da vacina. “É importante seguir o calendário de vacina das nossas crianças, assim evita problemas no futuro”, destaca Bruna.

O teste do pezinho é considerado um dos exames mais importantes e deve ser realizado entre o terceiro e quinto dia de vida do recém-nascido. Através da análise, é possível se detectar possíveis problemas de saúde que, se diagnosticado com antecedência, há maior eficácia dos tratamentos indicados. Entre as doenças que se detectam com o teste do pezinho, estão algumas que podem afetar o sistema nervoso e alterações hormonais que podem prejudicar o desenvolvimento. O exame foi introduzido no Brasil na década de 70 e se tornou obrigatório em 2001.

O Centro de Saúde realizou nos primeiros quatro meses do ano, 866 testes do pezinho em bebês nascidos no período. Em 2017, foram realizados 1036 testes de janeiro a abril. “Hoje é um dia de uma importante conscientização para a nossa população. A rede de saúde tem uma forte atuação em medidas preventivas, o teste do pezinho é uma delas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Na manhã desta quinta-feira (06.06) foram realizados 5 testes. No local todos os dias são feitos de 10 a 20 exames durante todo o horário de funcionamento. “O número de atendimentos varia bastante. É muito importante que as mães se conscientizem da importância de fazer o exame logo nos primeiros dias de vida”, destaca a diretora do Centro de Saúde, Elida Marta Santos. Os profissionais aproveitam a ocasião para alertar também para o Dia da Imunização, comemorado no próximo dia 9 de junho.

Toda a unidade está voltada para a temática da imunização e teste do pezinho. Na sala de vacinas na manhã dessa quinta, estava a dona de casa Débora Odone de Souza, de 20 anos, que foi levar a filha de um ano, a Hyllari, para receber a dose da vacina da gripe e completar a caderneta vacinal. “São muitas vacinas, mas temos que ficar atentas e seguir todo o calendário. É uma medida que visa o bem-estar de nossos filhos”, destaca Débora. Da mesma forma, pensa Ignes Machado, de 42 anos, que estava na unidade para vacinar o Enzo, o filho caçula de dois meses. “Tenho outros dois filhos maiores e com eles sempre fiz todo o calendário de vacinas. É muito importante para a saúde deles”, reforça.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis