tn_Corrida (1)

Com o objetivo de ajudar a abastecer o estoque do banco de sangue que fica no Hospital Santa Teresa, a Corrida do Trabalhador uniu um ato de amor ao próximo, com o amor à pratica esportiva. A Campanha de doação de sangue garante uma inscrição na prova, que acontece no dia 1° de maio. Até o momento, a campanha já conseguiu 84 doadores. O banco de sangue atende as duas UPAs da cidade, o CTO, o Hospital Unimed e o próprio Hospital Santa Teresa, que é referência em atendimento de feridos de acidentes de trânsito. Foram disponibilizadas 150 inscrições para a campanha.

Ao todo, serão mil vagas gratuitas para a prova. Os interessados poderão fazer suas inscrições também pela internet a partir do dia 22 de abril, e presencialmente a partir do dia 25 de abril na sede da Coordenadoria de Esportes, que fica no prédio do Centro de Cultura. Os participantes receberão os kits da corrida, que este ano conta com a numeração, chip de cronometragem, mochila saco e garrafa.

“A corrida é uma das principais do nosso calendário, e esta edição conta com uma ação solidária, em parceria com o banco de sangue, além das doações de lata de leite em pó e tênis usado. Tenho certeza que a prova será um sucesso”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

Um único doador pode ajudar até quatro pessoas com a bolsa de sangue. Isso porque o material colhido é separado e podem ser usadas plaquetas, hemácias, plasma e criopreciptado – cada um com uma função diferente. Como o tempo de armazenagem também varia (por exemplo, as plaquetas, usadas para coagulação, podem ser armazenadas por apenas cinco dias), é necessário que as doações sejam frequentes para atender toda a demanda.

Podem doar todas as pessoas entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e que pesem mais de 50 quilos. Jovens de 16 a 17 anos também podem doar acompanhados dos responsáveis. Não é necessário fazer jejum, mas é importante não ingerir alimentos gordurosos três horas antes da doação. Também não se deve consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes. As únicas restrições são a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano. Pessoas que fizeram algum procedimento, como endoscopia só podem doar após seis meses da realização da intervenção. O banco de sangue funciona todos os dias, de 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen – Ao lado do HST.

“A Corrida do Trabalhador já é uma prova tradicional no município totalmente gratuita e esta edição conta ainda com ações sociais. Estamos unindo a importância da atividade esportiva, com a necessidade de ajudar o próximo. A prática esportiva é sinônimo de saúde e os petropolitanos podem contar com várias atividades oferecidas pelo município”, frisa o superintendente de Esportes e Lazer, Leandro Kronemberger.

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis