tn_30ª Agropecuária terá exposições de cavalos no Parque Municipal

            Mais uma vez, o Parque Municipal, em Itaipava, vai receber importantes exposições de cavalos durante a Expo Agropecuária. Nesta 30ª edição – que acontece de 1º a 05 de maio -, uma já confirmada é a Expo Campolina Itaipava 2019, que vai trazer para a cidade 120 animais da raça entre os dias 02 e 04. Os eventos de equinos no local movimentam a festa e contam com criadores de todo o país. Haverá julgamentos de morfologia e andamento que serão abertos e poderão ser acompanhados pelo público.

A 30ª Expo Agropecuária já está com os preparativos a todo vapor para receber grandes shows e atividades rurais. Só no ano passado, mais de 100 mil pessoas passaram pelo parque durante a festa. E as exposições de cavalos estão entre os pontos altos do evento. “Esse tipo de exposição é muito importante para Petrópolis, não só para estimular o setor agropecuário no município, como movimentar a economia. Os eventos de equinos trazem centenas de pessoas envolvidas com os animais, de haras de todo Brasil”, explica o prefeito Bernardo Rossi, lembrando que, em 2018, o setor movimentou R$ 1,150 milhão com os dois leilões de equinos durante a festa.

Para a Expo Campolina Itaipava 2019, a organização é do Clube do Cavalo Campolina do Rio, que já incluiu o evento em seu calendário oficial. Entre os organizadores, a expectativa é boa. “Os julgamentos começam no dia 02 pela manhã e vão até o anoitecer. Acontece isso todos os dias até o dia 04. O público poderá assistir”, frisa William Machado, um dos organizadores.

No ano passado, ao todo, as duas exposições realizadas no período da festa trouxeram quase 400 cavalos para o parque. Nos leilões, que fizeram parte da programação, o animal mais caro foi vendido por quase R$ 100 mil. Criadores e funcionários dos haras que participaram das duas exposições, vindos de diversos estados do país, como São Paulo e Minas Gerais, ficaram hospedados em hotéis da região e movimentaram o trade turístico.

“As exposições de cavalo trazem um público muito importante para o setor. Tivemos hotéis lotados na região durante o período do evento. Os criadores nunca vêm sozinhos, trazem funcionários e a família para acompanhar as exposições. Isso aquece a nossa economia. E ficamos muito felizes de movimentar o parque com uma atividade que tem tudo a ver com o lugar”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Vale lembrar que toda a organização e estrutura da parte rural e agropecuária da Expo, assim como dos shows principais e praça de alimentação, são de responsabilidade da empresa contrata através de licitação para realização da festa, com parâmetros estipulados pela Prefeitura. No local, deverá ser montado, por exemplo, um galpão do produtor rural com espaço para os produtores da cidade.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação