tn_IMG_5138

            O prefeito Bernardo Rossi recepcionou os 44 novos residentes médicos e multiprofissionais, que irão atuar nos Postos de Saúde da Família, nos departamentos de Atenção Básica e em hospitais. O encontro aconteceu nesta segunda-feira (1º.04), em cerimônia na Fase. A atuação da equipe na rede, ocorre partir de parceria entre a prefeitura, que abre campo de trabalho e treinamento e a Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP) – FASE, que disponibiliza os profissionais recém-formados, em residência para especializações.

Na área de residência médica a rede pública está recebendo 29 profissionais de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia obstétrica, Pediatria, Medicina da Família e Comunidade, Anestesiologia, Radiologia e Endoscopia. Todos esses profissionais atuarão nas unidades de saúde e hospitais com o acompanhamento de um médico, que supervisiona o período de treinamento. Na residência multiprofissional e de terapia intensiva, estão sendo encaminhados para a rede 9 profissionais, entre os quais, enfermeiros, nutricionistas e psicólogos.

“É muito importante ver no olhar de cada novo médico, novo nutricionista, de cada enfermeiro, a disposição e a vontade de trabalhar. Com isso, quem ganha é o paciente, que precisa de um atendimento de qualidade nas unidades de saúde ou nos hospitais. A Faculdade de Medicina é uma grande parceira da nossa cidade e esse reforço é importante ”, destaca o prefeito Bernardo Rossi, lembrando, ainda outras importantes parcerias com a faculdade para o avanço de projetos na área de saúde. “Essa parceria tem funcionado nessa relação com os residentes, mas também estamos por assinar o convênio de R$ 12 milhões para a construção do setor obstétrico no Hospital Alcides Carneiro”, destacou.

“A parceria faz a integração entre o ensino e o serviço. Traz o aluno para dentro dos cenários da saúde pública e faz com que os alunos vejam o dia a dia das unidades de saúde e aplique seus conhecimentos. Da mesma forma, os novos profissionais fazem com que as unidades tenham a dinâmica do aluno, que sempre traz novos conhecimentos e discussões para a rotina das unidades, o que contribui para a melhoria do serviço de saúde de uma forma geral”, destaca a secretária de Saúde, Fabíola Heck, enfatizando a importância de esses profissionais se fixarem na cidade para que o trabalho tenha continuidade na rede pública.

A recepção foi aos residentes foi acompanhada pelo vice-prefeito, Baninho.

Programa de residência completa 18 anos de parceria com o município

            Iniciado em 2001, o programa de residência vem se expandindo a cada ano. Atualmente a FMP conta com três turmas de residentes, a nova e outras duas em fase mais adiantada, somando 104 profissionais de residência médica e multiprofissional. A estimativa é de 80% dos profissionais que realizam residência no município, permanecem na cidade. Esse número tende a se tornar cada vez mais expressivo em vista o crescimento de vagas para as residências na cidade.

No ano de lançamento foram abertas apenas seis vagas, divididas nos três programas: de ginecologia, clínica médica e obstetrícia. Passados 18 anos da primeira turma de residência, foram ampliados os números de programas e vagas. A turma de 2019 contou com 16 programas de saúde, onde 44 profissionais foram inseridos. “A residência é considerada o melhor meio de formação do médico e profissional de saúde. A residência é onde o profissional se especializa”, destaca o coordenador de comissão de residência médica, Miguel Koury Filho.

O diretor de ensino do Hospital Alcides Carneiro, Álvaro Veiga, destaca o papel do programa de residência para a melhoria da assistência oferecida no hospital. “A partir da residência conseguimos preencher áreas para as quais tínhamos dificuldades, como a pediatria”, salienta.

Formado em 2014, Rafael Mendonça, de 27 anos, participa do segundo programa de residência. O primeiro que fez foi para a área de Clínica Médica e esse ano ingressou na turma de Endoscopia. “Escolhi Petrópolis para me especializar pelas boas referências que tive. A residência mudou a minha vida pessoal e profissional”, destaca o residente que veio de Teresópolis estudar na cidade e pretende ficar.

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis