tn_Alvará online (2)

 

Sistemas on-line permitem o município dar agilidade em marcação de consultas e exames médicos, facilitar matrículas em escolas e desburocratizar abertura de empresas

 

Tecnologia também é aliada na fiscalização tributária de grandes devedores e ainda no combate à criminalidade no município

 

tn_Ciop (3)

 

Abrir uma empresa, pedir um conserto de iluminação pública, saber, em tempo real, onde está o ônibus que pretende usar. Todas estas ações já são possíveis com o uso da tecnologia no serviço público. E a meta da prefeitura é oferecer, cada vez mais, acesso do cidadão de forma on-line: mais rápida, claro, mas também eficiente. Segurança, Fazenda, Desenvolvimento Econômico e Educação são algumas das áreas em que o governo Bernardo Rossi investiu em tecnologia em dois anos.

 

“São quase duas décadas sem investimentos concretos em tecnologia. Então, nesta área também temos de recuperar o tempo perdido. Em 20 anos o avanço da tecnologia nos colocou em uma situação de atraso no poder público municipal. Por isso organizamos serviços via aplicativos, de acesso à população e, com muita tecnologia, em trabalhos internos que facilitam o que é oferecido ao cidadão”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

 

Além de novos recursos foi preciso colocar em funcionamento o que não era usado ou estava subutilizado. É o caso da Central de Regulação da Saúde que já existia, mas não operava de forma adequada. Hoje, com a informatização de mais setores e investimento no sistema, ela realmente opera. São mais de 3,4 mil agendamentos por mês via Central de Regulação. E com a Central em funcionamento foi possível reduzir espera por exames e consultas.

 

O sistema monitora informações sobre leitos e internações para encaminhamento de pacientes em fila de espera, agendamento de cirurgias, transferências e internações tanto nos hospitais do SUS quanto nas unidades credenciadas para o atendimento público no município. Através desse sistema, é possível agendar exames que não constam na tabela SUS e até consultas com especialistas em outras cidades.

 

“Esse sistema organiza os serviços da rede pública de Saúde, ou seja, a partir dele, a gente consegue dar maior dinamismo para que os pacientes sejam direcionados para consultas, para exames, para internações, tudo seguindo a ordem do paciente na fila de procura por esses atendimentos e também de acordo com os critérios de classificação de risco dele”, explica a secretária de Saúde, Fabíola Heck.

 

Com essas informações, foi possível organizar diversos mutirões nos últimos dois anos para reduzir a fila de espera por alguns procedimentos –cirurgias pediátricas, urológicas, vasculares, mamárias, exames de endoscopia foram zeradas, assim como a fila de espera para exames da ressonância.

 

“O investimento em informatização da prefeitura é uma aposta certeira na gestão eficiente, num modelo que deixa máquina pública mais rápida e que atende a população com ainda mais qualidade em diversos campos. É um trabalho para tirar o município do atraso e inserir a cidade numa rota de avanço” avalia o prefeito Bernardo Rossi.

 

 

 

Centro de Inteligência Fiscal otimizou a Fazenda e aumentou arrecadação

 

A Secretaria de Fazenda possui uma série de sistemas que formam o Centro de Inteligência Fiscal que permite o cruzamento de dados junto a órgãos estaduais e federais (como a Receita Federal) para acompanhamento mais eficiente dos grandes contribuintes e ajuda a apertar o cerco a bancos, cartórios e instituições financeiras.

 

“Entre outubro de 2017 e julho do ano passado, eles permitiram um aumento da arrecadação de ISS do setor financeiro em 20%. Isso significa que, com uso da tecnologia, estamos cobrando mais dos mais ricos”, ressalta a secretária de Fazenda, Elaine Nascimento.

 

A informatização ajuda a aumentar a arrecadação do município ainda de outra forma: com a formalização de empresas. O serviço hoje é muito mais rápido e desburocratizado com o “Alvará On-line”. A concessão do alvará, que pode ser impresso, pelo solicitante em casa. Se antes esse procedimento era “manual” e demorava pelo menos 15 dias, agora é possível obter o alvará, em alguns casos, em até 48 horas.

 

“O empresário acessa o Alvará Online pela internet, o próprio site da prefeitura tem o link direto para lá, em poucos passos ele obtém o acesso a informações como CNPJ, Inscrição Estadual, alvará de localização, o protocolo do alvará de funcionamento, do licenciamento no Corpo de Bombeiros, da licença sanitária e da licença ambiental. Tudo de forma simples e rápida, o que torna Petrópolis ainda mais atraente para o mercado, gerando emprego e renda”, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

 

 

 

Centro Integrado de Operações de Petrópolis

 

Outro investimento da prefeitura em modernidade tecnológica é o Centro Integrado de Operações de Petrópolis, uma central de monitoramento que reúne as forças de segurança do município (Guarda Civil, Polícia Militar e delegacias) para o combate ao crime na cidade. As 56 câmeras instaladas na cidade permitem o monitoramento em tempo real, 24 horas por dia, de 46 locais diferentes. Em entradas da cidade, os equipamentos permitem monitorar a entrada de carros roubados ou utilizados em crimes.

 

“As câmeras foram fundamentais na prisão quadrilhas responsáveis por assaltos a residências em Itaipava e Pedro do Rio, a um estabelecimento comercial no Retiro, a postos de gasolinas na cidade e também para recuperar um veículo roubado na Cel. Veiga. Também ajudou a descobrir três falsas comunicações de crimes (casos de estelionatos). O caso mais recente foi a contribuição para prender uma quadrilha por “saidinha de banco”. A tecnologia tem se mostrado, a cada dia, um aliado ainda mais importante para segurança da cidade”, destaca o secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi.

 

 

 

Serviços na palma da mão

 

Hoje, com um celular, o petropolitano consegue, de forma rápida e eficaz, ter acesso ou informações sobre diversos serviços públicos.

 

O app “SUS Petrópolis” oferece dados sobre localização e horário de funcionamento de todas as 82 unidades da rede de saúde, serviços de emergência como Samu e Bombeiros, vacinas, farmácia e instruções para realizar uma consulta.

 

Pelo “Vá de Ônibus”, disponibilizado pela CPTrans e pelo Setranspetro, o petropolitano consegue a localização dos ônibus na cidade em tempo real.

 

Moradores ainda podem usar o “Petrópolis IP” para solicitar serviços de manutenção de iluminação pública e acompanhar o atendimento dos pedidos. O app está disponível para aparelhos com sistema operacional Android.

 

A Defesa Civil já está desenvolvendo o aplicativo “Alerta Petrópolis”, que vai enviar alertas à população sobre chuvas. E o Procon também trabalha para oferece uma ferramenta permitindo o registro de reclamações de consumidores direto pelo celular.

 

 

 

Monitoramento para evitar evasão escolar

 

A Secretaria de Educação ainda atuará em conjunto com Saúde e Assistência Social em um sistema integrado que tem como ponto de partida o trabalho para evitar a evasão escolar. Porém, o programa Busca Ativa vai permitir, ainda, ter informações sobre as condições saúde e se a família participa ou precisa de algum benefício social. O ponto de partida são as informações sobre faltas dos alunos, o que vai permitir uma busca dos motivos dessas crianças e adolescentes estarem fora da escola ou em risco de evasão – e assim, poder atuar de forma efetiva para que esse estudante possa permanecer na escola. O programa foi desenvolvido pelo Unicef e técnicos das três pastas já passaram por capacitação para utilizarem o sistema.

 

A Secretaria de Educação, que já concentra dados de alunos, escolas, profissionais e da própria organização interna no “e-Cidade” – sistema que abriga informações das 182 escolas do município e dos quase 42 mil alunos – também vai informatizar o sistema de matriculas. Um rápido cruzamento de dados vai permitir a matrícula no mesmo instante.

 

“Com isso, agora a gente vai poder melhorar o fluxo de matrícula dos alunos. Antes, o pai ou responsável que desejava fazer a transferência do aluno, tinha que pegar o encaminhamento na Secretaria e depois ir na escola fazer a matrícula. Agora basta trazer a declaração da escola de onde o aluno está saindo e a própria Secretaria fará o registro desse aluno na escola escolhida, porque na matricula já teremos as informações atualizadas da escola selecionada e o histórico escolar do aluno”, informa a secretária de Educação, Márcia Palma.

 

O e-Cidade concentra todas as informações da rede pública. Os próprios diretores das escolas alimentam esse sistema com todo tipo de informação possível dados dos alunos, das turmas, quadro de horários, atividades extracurriculares, notas, fichas de acompanhamento pedagógicos, histórico escolar, entre muitas outras. Dessa forma, a Secretaria possui dados sobre a quantidade de alunos por unidade escolar, desempenho deles e das turmas, frequência nas aulas, a lotação de cada servidor e os horários dos professores, entre outros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social

Prefeitura de Petrópolis