tn_IMG_8613

Escolas podem se inscrever na competição a partir de 11 de março no site da prefeitura

 

Com as modalidades coletivas acontecendo em duas fases e as individuais em chave única, a prefeitura apresentou o regulamento e a fórmula de disputa dos Jogos Unificados de Petrópolis (Jeups) nesta quarta-feira (27.02) no Centro de Cultura Raul de Leoni. O encontro reuniu representantes de 32 escolas no debate do formato da competição neste ano, que acontece entre os meses de maio e outubro. A principal novidade será que as instituições de ensino podem inscrever um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido dos colégios menores, que contam com menos alunos. O projeto Selecionados Jeups também foi divulgado.

Serão nove modalidades na competição neste ano, sendo cinco coletivas: basquete, futebol de campo, futsal, handebol e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. As escolas podem se inscrever entre os dias 11 de março e 4 de abril no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). O objetivo é estimular que cada vez mais crianças e adolescentes participem do torneio – no ano passado, mais de dois mil jovens disputaram o Jeups.

“Desde o início da nossa gestão, abrimos espaço para que todas as escolas possam opinar e contribuir na organização dos jogos. Precisamos estimular que os jovens da nossa cidade participem dos Jogos Estudantis, promovendo mais saúde e bem-estar desde a infância”, explica o prefeito Bernardo Rossi.

No ano passado, o Jeups igualou o número recorde de escolas participantes, que é de 2002: 44 instituições. Os jogos proporcionaram para os estudantes 295 horas de atividades físicas em 895 partidas nas modalidades coletivas. Para 2019, a prefeitura quer mais alunos e colégios participando da atividade.

“Além da participação nos jogos, acontecem também os treinamentos, feitos no contra turno da escola. São atividades importantes, além da sala de aula, que contribuem com o lazer dos alunos. O Jeups promove mais saúde e qualidade de vida, além de contribuir na interação dos estudantes”, pontua Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer, explicando também que em abril serão definidas as tabelas das modalidades.

Ana Carolina Kapler Ferreira, treinadora do Colégio Alaor, participou do debate e destacou a oportunidade dos professores conversarem sobre o regulamento de cada modalidade. Ela garante que, dessa maneira, todos que participam concordam com a fórmula de disputa do torneio.

“Todos que participaram querem que, cada vez mais, os jovens se interessem em praticar alguma atividade física. Essa é uma oportunidade de discutirmos maneiras de melhorarmos a competição de forma que mais alunos estejam inseridos. Acredito que o Jeups é uma ferramenta importante do fomento ao esporte na cidade”, disse Ana Carolina.

 

Selecionados Jeups

Outra novidade para este ano é o projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade). A ideia é que essas equipes disputem competições regionais e estaduais levando o nome de Petrópolis, como forma de incentivar a participação dos jovens no Jeups.

“Toda forma de entusiasmar os nossos alunos no esporte é importante. Acreditamos que dessa maneira eles estejam mais animados em participar, já que abre a possibilidade de disputarem competições em todo o Estado”, explicou Leandro.

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis