Claro ok

Telefones da operadora ficaram horas fora da área de cobertura nesta terça

 

O Procon Petrópolis está notificando a operadora Claro por conta do problema de sinal constatado pelos clientes nesta terça-feira (15.01). De acordo com os relatos, as falhas começaram no fim da manhã e o sinal foi totalmente interrompido à tarde. Denúncias dão conta que o restabelecimento só feito à noite, ainda assim apresentando oscilações. O órgão de defesa do consumidor também autuou a empresa, nesta terça, por não disponibilizar autenticação eletrônica para comprovar o tempo de espera pelos clientes.

As reclamações sobre o problema de sinal começaram a chegar ao órgão ainda nesta terça, se intensificando na quarta. Relatos dão conta, ainda, de instabilidade no sinal nos dias 12 e 09 de janeiro. A irregularidade também prejudica o comércio, uma vez que máquinas de cartão de crédito e débito que utilizam chip da operadora ficaram fora do ar ao longo do dia.

“Queremos esclarecimentos sobre esse problema, que deixou milhares de clientes da empresa sem poder utilizar seus aparelhos de telefone. Um prejuízo incalculável! É inadmissível que, nos dias de hoje, esse tipo de problema ainda atinja o consumidor. As pessoas utilizam seus aparelhos de telefone para tudo e a falta sinal pode prejudicar de diversas formas uma pessoa”, explica o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

Ainda nesta terça-feira (15), uma operação de rotina programada pelo Procon autuou a Claro, que fica na altura do Obelisco, no Centro Histórico. O motivo é o tempo de espera, que não pode ser superior a 15 minutos e o cliente tem que receber uma senha para atendimento ao entrar e, quando for atendido, autenticação eletrônica para que possa provar o tempo que ficou esperando. No estabelecimento em questão, o tempo de espera estava sendo marcado a mão.

“Isso é o que estabelece a Lei Municipal 7.677 de julho de 2018. Já havíamos informado todas as empresas anteriormente sobre como funciona esse processo e dado o tempo de adequação. Tivemos em cinco lojas nesta terça e o problema foi constatado apenas na Claro, justamente a operadora que estava deixando os clientes sem sinal”, explica Sabrá, destacando que autuação determina a implementação de equipamento a certificação digital das senhas na loja da empresa.

Quem quiser tirar alguma dúvida ou denunciar alguma prática abusiva pode contatar o Procon pela página do órgão no Facebook, o Procon Petrópolis; pelo site www.petropolis.rj.gov.br/procon. Há, ainda, o WhatsApp Denúncia, no número 98857-5837 ou os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Atendimento presencial pode ser realizado na unidade do Centro, que fica na Rua Moreira da Fonseca, nº 33. A unidade de Itaipava localizada no Centro de Cidadania, que fica na Estrada União e Indústria, 11.860. Os telefones da unidade são: 2222-1418, 2222-7448 e 2222-7337.

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis