tn_“Encontros e Invenções” é exposta na Casa da Educação

 

Peças de Gardênia Lago poderão ser visitadas até o dia 30 de novembro

Fotos de peças antigas ganharam destaque e se transformaram em peças de paredes graças a criatividade da artista plástica Gardênia Lago. As 17 peças inéditas de Gardênia estão em exposição na Casa da Educação Visconde de Mauá. A visitação poderá ser feita até o dia 30 de novembro, das 9h às 18h.

As fotos de objetos antigos – na maioria brinquedos – foram ampliadas e impressas em tecido. A partir disso, Gardênia construiu as peças. “Sempre gostei muito de antiguidade e, durante uma visita no Pavilhão Chinês, em Lisboa, fiz algumas fotos que ficaram muito bonitas. Isso despertou a minha atenção e continuei tirando fotos de objetos pessoais. A ideia de transformar em peças surgiu e fiquei muito impressionada com o trabalho e adorei juntar as peças antigas com essa técnica contemporânea de arte”, afirma Gardênia.

Todas as peças são inéditas. “Criei para expor na Casa da Educação. Achei que essa junção entre a imagem de brinquedos antigos nessa Casa histórica que é rodeada por crianças poderia ter um efeito muito interessante. E foi o que aconteceu. Durante a montagem da exposição as crianças se mostraram muito interessadas, fizeram perguntas e disseram ter gostado do resultado”, conta Gardênia.

É a primeira vez que Gardênia participa de uma exposição na Casa da Educação. Carioca, radicada em Petrópolis, convive com as artes desde criança, através de sua mãe, jornalista e também artista e amigos dela que frequentavam sua casa, como Maria do Carmo Secco, Lúcia Coelho e Hélio Oiticica. Desde jovem participou de oficinas e cursos em várias áreas, experimentando diversas vertentes, como teatro, dança, música e artes plásticas. Frequentou o curso de Charles Watson e oficinas em Petrópolis no SESC e no Atelier Livre de Petrópolis. Já participou de exposições no Centro de Cultura Raul de Leoni e no Rio de Janeiro nos espaços: Viva São João na Rua da Arte, Espaço Carambola e Carpintaria para Todos.

“Tenho uma paixão pela Casa da Educação por diversos motivos. Primeiramente porque foi residência do Visconde de Mauá, do qual eu sou fã, também pela arquitetura história e atualmente por ser um local onde crianças têm acesso a cursos e oficinas gratuitas, além do livre acesso à arte. É uma alegria muito grande para mim, enquanto artista participar dessa exposição. É gratificante. A arte é um alento nos dias atuais e quero que as crianças percebam isso”, acrescentou Gardênia.

“A Casa da Educação Tem sido um espaço para mostras artísticas diversificadas, portanto, receber esta exposição que resgata em impressões digitais as imagens da infância, é mais um presente para nossos alunos e público em geral. Um grande privilégio habitar este espaço!”, disse a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

A Casa da Educação fica na Avenida Barão do Rio, nº 03.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis