defesa-civilEncontro entre os profissionais acontece no primeiro dia do II Colóquio de Defesa Civil de Petrópolis

 

Profissionais da Defesa Civil municipal e de outras cidades do Estado palestram sobre a construção de cidades resilientes nesta terça-feira (09.10), primeiro dia do II Colóquio de Defesa Civil de Petrópolis. O promotor da Organização das Nações Unidas (ONU), Sidnei Furtado, também vai participar da abertura do evento que acontece no auditório da Universidade Estácio de Sá, no Bingen. Até a próxima quinta, dia 11, o congresso propõe a discussão em torno da prevenção aos desastres de origem natural em três eixos: profissional, acadêmico e comunitário. Durante os dias do encontro, também serão apresentados os primeiros trabalhos realizados pelas escolas dentro da política pública municipal de Defesa Civil nas Escolas.

A primeira palestra será às 14h, com o promotor da Organização das Nações Unidas (ONU), Sidnei Furtado. Na sequência, às 14h40, será a vez do coronel Roberto Robadey, secretário de Estado de Defesa Civil. Representantes da Defesa Civil da cidade do Rio de Janeiro, Niterói e Nova Iguaçu também participam do primeiro dia do encontro.

“É importante esse encontro entre os profissionais de Defesa Civil. As outras cidades que estão participando também estão concorrendo ao título de cidade resiliente. Vamos apresentar a nossa política pública de Defesa Civil nas Escolas como a principal ação do governo com foco na prevenção aos desastres de origem natural”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

Na quarta, dia 10, acontecem oito palestras com professores universitários, que começam às 9h. Também está previsto um debate entre os todos os conferentes às 16h. Na quinta-feira, seis escolas apresentam seus trabalhos realizados dentro da política pública municipal de Defesa Civil nas Escolas. Além disso, acontece a capacitação dos estagiários voluntários inscritos no SOS Chuvas, a partir das 14h. O encerramento das atividades será às 17h.

O encontro dos profissionais faz parte do conjunto de ações do governo municipal no desenvolvimento de uma cultura de resiliência na cidade, promovendo o encontro dos moradores com os técnicos da pasta. Com a organização do congresso, a Defesa Civil Municipal quer se aproximar das universidades e dos centros de pesquisa, como forma de aprimorar as ações de prevenção tendo como foco principal a preservação da vida do ser humano.

“Por orientação do prefeito Bernardo Rossi, desde o ano passado realizamos uma série de ações com foco na prevenção aos desastres. Ganhamos o reconhecimento da ONU e do Tribunal de Contas do Estado por todo esse trabalho. É importante mantermos o foco para conquistarmos bons resultados no futuro”, completou o secretário.


Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis