IF

Blitz Verde foi organizada pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias em parceria com a Polícia Militar

O objetivo é conscientizar os moradores dos distritos sobre os problemas causados pelos incêndios florestais

 

Conscientizar motoristas e pedestres sobre os problemas causados pelos incêndios florestais. Com esse objetivo, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias e a Polícia Militar realizaram nesta quinta-feira (30.08) a Blitz Verde, que distribuiu cerca de 1.500 cartilhas de prevenção a queimadas em Itaipava. O trabalho antecipado também busca reduzir o número de ocorrências nos distritos. Neste ano, desde janeiro, são 47 casos registrados pelo Corpo de Bombeiros em regiões como Araras, Secretario, Itaipava, Nogueira e Posse. A ação faz parte do Plano Inverno de Petrópolis 2018, que busca enfrentar as ameaças da estação com ações em dois eixos: operacional e humanitário.

Desde o início do período de estiagem em julho, são mais de 170 hectares destruídos pelo fogo – o equivalente a mais de 170 campos de futebol. A ideia dos órgãos é reduzir a quantidade de ocorrências deste tipo, com o apoio da população. O trabalho de conscientização, que começou na semana passada na Praça da Liberdade com a entrega de 500 cartilhas, também será realizado em outros bairros da cidade.

“O período de estiagem, que favorece o surgimento e a propagação dos incêndios florestais, vai até meados de novembro. A presença da polícia reforça que a prática é crime, assim como a soltura de balões, que causam danos ao meio ambiente e a saúde da população. Não podemos perder o foco e precisamos da ajuda da população como nossa grande aliada contra as queimadas”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

Silvania da Silva, capitão do 26° Batalhão de Policia Militar (BPM), lembra que os militares também fazem trabalho de prevenção, com foco na redução do risco de desastres de origem natural. Neste trabalho, em conjunto da Defesa Civil, ela reforça a importância de deixar claro para a população que práticas como as queimadas e a soltura de balões são crimes.

“É importante que a população entenda que as práticas são crime e que podem denunciar para a Polícia Militar através do 190. Dessa maneira, acreditamos que podemos diminuir o número de ocorrências dentro do município”, explica.

A ação antecipada rendeu elogios dos motoristas que passaram pelo local. O professor de educação física Michel Rodrigues, elogiou a operação em conjunto e lembrou os problemas causados pelas queimadas. “É horrível para a saúde, além de causar também problemas para o meio ambiente. É importante que aconteça a orientação, acabando com os mitos em torno das queimadas”, disse.

Além da entrega das cartilhas de prevenção, 25 alunos da Escola Municipal Dr. Paula Buarque puderam conhecer os equipamentos de combate ao fogo em vegetação, como bombas costais e foices, que ficaram expostos ao longo do dia para visitantes na frente de uma barraca montada pela Defesa Civil municipal. O professor de geografia da instituição, Kleberson Melo, disse que os jovens levam as informações para casa, conversando com os amigos e parentes.

“A criança propaga esse tipo de coisa, conversa com os pais, amigos e parentes. Para eles é um dia especial, de muito aprendizado, que contribui na formação de cada um e que garante um futuro com menos ocorrências de fogo em vegetação”, garante o professor.

Outra ferramenta importante na prevenção a incêndios florestais é o drone, que foi utilizado pela Defesa Civil em parceria com órgãos ambientais no mapeamento e monitoramento de áreas de preservação. Mesmo após o término deste trabalho, o equipamento permanece disponível para os órgãos ambientais e para o Corpo de Bombeiros em caso de queimadas.

“Seguimos à disposição, não apenas com o drone, mas também com a nossa brigada de combate aos incêndios florestais. O trabalho antecipado e organizado busca reduzir o número de ocorrências deste tipo na cidade. Esperamos conseguir bons resultados com as ações em conjunto”, explica Paulo Renato.

O trabalho preventivo da Defesa Civil também estabelece ações de resposta para agilizar o atendimento às ocorrências e minimizar os efeitos das queimadas. O Plano Inverno de Petrópolis 2018, com suas respectivas matrizes de atividades e responsabilidades, está disponível para download no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis