IFYuko Fujii é a primeira técnica mulher a comandar
a preparação dos homens rumo à Olimpíada

            Primeira técnica mulher à frente da seleção masculina de judô, a japonesa Yoko Fujii é uma das atrações mais esperadas desta edição do Bunka-Sai pelos amantes do esporte. A festa da cultura japonesa traz para Petrópolis a faixa preta na arte marcial para uma demonstração de “Tokui-waza”, ou seja, de sua técnica preferida na língua dos atletas, neste sábado (04.08), às 17h, no Palácio de Cristal. A ocasião ainda vai contar com a participação do judoca petropolitano Matheus Domingos Moreira. A imigração japonesa, que completou 110 anos em 2018 e também é uma das comemorações do Bunka-Sai, foi o pontapé inicial do surgimento do judô no Brasil.

 

tn_Matheus Domingos (5)

Na demonstração, a técnica deverá interagir com o público e, para os praticantes do esporte, será uma oportunidade única de aprender com quem tem o desafio de classificar os brasileiros para os Jogos Tóquio 2020. Yuko chegou ao Brasil em 2012, a convite do Comitê Olímpico do Brasil e da Confederação Brasileira de Judô (CBJ). Desde então, ela vem trabalhando com judocas brasileiros de todas as classes, da base à equipe principal, focando nos fundamentos técnicos da modalidade para o alto rendimento. Yuko foi treinadora da judoca Rafaela Silva, medalha de ouro na Rio 2016.

“Será um privilégio muito grande. É o sonho de qualquer judoca estar na seleção brasileira, e poder estar perto desse mundo é muito legal. É uma oportunidade de pegar muitas dicas”, destaca André Fernandes Moreira, pai do Matheus, lembrando que o judoca está ansioso. “Ele sabe da importância dela e está muito feliz de ter sido convidado”, completa.

Matheus, que tem síndrome de Down, ficou conhecido em toda cidade depois de realizar uma campanha, que contou com o apoio da prefeitura, para arrecadar fundos para participar da World Judo Games 2018, da Special Needs Judô Foundation – uma competição internacional, que aconteceu em abril, na cidade de Beverwijk, na Holanda. O judoca voltou pra casa com a medalha de bronze. Com seu carisma, ele conseguiu conquistar a todos.

“Temos colocado atrações esportivas em todas as festas tradicionais do município. O esporte caminha sempre junto com a cultura. E é muito importante receber pessoas do nível da treinadora Yoko Fujii, que comanda uma seleção brasileira”, destaca o Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer.

“A cultura das artes marciais no Japão é algo que está presente no nosso dia-a-dia, em todo país. Praticamos não só o judô, como também o jiu-jitsu, entre outras. É muito importante que as lutas também estejam dentro da programação do Bunka-Sai”, completa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultural e Esportes, Leonardo Randolfo. Neste domingo, a partir de 10h, o público também vai poder conhecer um pouco sobre o jiu-jitsu, o kage ryu e aikido.

 

Confira a programação deste sábado:

10h às 18h – Exposição de Pipas Japonesas

11h – Banda do Batalhão D.Pedro II

14h – Bon-Odori – dança folclórica (Campo Grande)

14h – Oficina de Ikebana

14h – Oficina de Pipas – Max Pipas/RJ

14h30 – Mini Undoukai (gincana esportiva-crianças até 12 anos)

15h – Escrevemos seu nome em japonês

15h – Palestra Washoku – culinária japonesa

16h – Oficina de Ikebana

16h – Rio Nikkei Taiko

17h – Judô – demonstração da técnica da seleção brasileira de judô masculino – Yuko Fujii, e participação do Judoca Matheus Domingues Moreira

17h – Oficina de Origami – Kathia Yamamoto

18h – Rio Nikkei Taiko

19h – Festival de Cosplay

20h – Kimono Show

 
Texto: Assessoria
Foto: Divulgação