tn_Liga Serrana de Voleibol

A seleção feminina sub-18 da Liga Petropolitana de Desportos participa do torneio que conta com equipes de outras quatro cidades

A terceira etapa da Liga Serrana de Voleibol acontece no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber no próximo domingo (08.07). Mais de 100 meninas participam da competição, que conta com equipes de cinco cidades: Petrópolis, Teresópolis, Cordeiro, Papucaia, Nova Friburgo. O time que representa o município é a seleção feminina sub-18 da Liga Petropolitana de Desportos (LPD).

Além do sub-18, a LPD também mantém uma equipe sub-15, que disputa a Liga de Voleibol do Estado do Rio de Janeiro (LIVERJ). A prefeitura, por meio da Superintendência de Esportes e Lazer, é parceria do projeto da Liga e disponibiliza a Fábrica do Saber para os treinamentos, as terças e quintas-feiras, de 14 às 18h. Somando as duas categorias, 25 meninas participam da atividade.

Segundo Geraldo Barros, presidente da Liga, o objetivo da instituição é criar equipes que representem a cidade em competições estaduais e nacionais de outras modalidades. Neste ano, a LPD completa 100 anos e busca promover mais atividades para os jovens da cidade. “O nosso objetivo é fomentar o desporto na cidade e oferecer mais competições regulares com os clubes. Precisamos de um espelho na formação dos atletas. Eu acredito que seja essa equipe da Liga. Em breve, vamos oferecer em outras modalidades também”, garante.

O superintendente de Esportes e Lazer da cidade, Hingo Hammes, destaca o apoio da prefeitura ao projeto da Liga Petropolitana de Desportos com o objetivo de fomentar o esporte na cidade. Segundo ele, além de representar a cidade, as equipes abrem espaço para que mais jovens pratiquem atividades físicas no município.

“A iniciativa da LPD vai ao encontro do nosso objetivo, que é oferecer mais atividades físicas para a população, começando com as crianças e adolescentes. O suporte da prefeitura mostra que acreditamos no potencial dos atletas de Petrópolis. O mais importante é a formação do ser humano”, afirma Hingo, lembrando ainda que a Fábrica do Saber conta também com um núcleo oficial da escolinha de basquete do Flamengo, inaugurado pelo prefeito Bernardo Rossi em abril do ano passado.

“A escolinha do Flamengo é gratuita e atende quase 100 crianças e adolescentes da cidade. Para quem desejar participar, ainda temos vaga em aberto. O projeto atende crianças de sete até 18 anos. Desde o início da nossa gestão, trabalhamos para oferecer as mais diversas modalidades para os petropolitanos, começando pelos nossos jovens”, disse Hingo.

Os interessados em participar das modalidades oferecidas pelo município, como é o caso da escolinha de basquete do Flamengo, podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer da cidade, que fica no Centro de Cultura Raul de Leoni, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou através do telefone: 2233-1218.

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis