tn_Secretaria de Saúde lança a Caderneta de Saúde da Pessoa IdosaPrimeira unidade a receber foi o PSF da comunidade São João Batista

 

A Secretaria de Saúde lançou, nesta quarta-feira (27.06), a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa. O documento faz parte das estratégias para ampliar o acesso à saúde desta população e permite acompanhar as condições de saúde e demais aspectos que possam interferir no bem-estar do usuário, além de estabelecer critérios de risco para a organização dos atendimentos nos serviços de saúde. O primeiro atendido foi o Posto de Saúde da Família (PSF) da comunidade São João Batista, no Duarte da Silveira, e todas as outras 43 unidades vão receber o serviço.

“A reestruturação do programa Saúde do Idoso foi a primeira das estratégias que pensamos para ampliar o acesso à saúde desta população. Elas visam estimular um conjunto de ações que vão do estímulo à prática de exercícios físicos e alimentação saudável, até as ações de assistência com oferta de vacinas, identificação precoce de doenças, como hipertensão e diabetes, e a Caderneta, que vai auxiliar no acompanhamento médico”, disse o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

A coordenadora das Áreas Técnicas de Saúde, Patrícia Rodrigues, explica que os profissionais dos postos, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde passaram por treinamento e que foi elaborada a linha de cuidado da pessoa idosa, que contempla o uso da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa.

“Temos um protocolo que deverá ser preenchido pelos agentes nas visitas com os dados pessoais, cartão SUS, a relação de medicamentos que faz uso, se há alguma doença já preexistente, se está com o cartão de vacina em dia, entre outros. Esse mapeamento será muito importante para traçarmos as estratégias de prevenção e promoção de saúde do idoso”, destacou.

Petrópolis tem quase 43 mil idosos (acima de 60 anos). A expectativa da Secretaria de Saúde é de que 17 mil pessoas com mais de 70 anos recebam o documento. Na manhã desta quarta-feira (27.06), os atendidos pelo PSF da comunidade São João Batista já receberam a caderneta. Eles também passaram por consulta médica e uma Oficina da Memória, para avaliar as perdas de memória as quais os pacientes podem ser acometidos.

“Em muitos casos, os pacientes são atendidos, mas não lembram muitas informações importantes, como fases do tratamento, por exemplo. Estamos fazendo, junto com a entrega da caderneta, este primeiro atendimento, para avaliar as possíveis perdas que estas pessoas podem ter na memória e ter o diagnóstico”, disse a responsável técnica da Saúde do Idoso no município, Rita Ravaglia.

A aposentada Manoelina Saldanha, de 80 anos, é uma das atendidas pelo PSF da comunidade São João Batista e recebeu um exemplar da caderneta. Para ela, o documento vai ser muito útil para que possa ter um acompanhamento médico, sendo um auxílio durante as consultas.

“Acho um trabalho muito bom! Agora, com esta caderneta, o médico já vai saber todo o meu histórico ali, na hora, sem eu precisar contar tudo toda a vez que for atendido. E às vezes, não lembro de tudo também, então dá mais segurança”, afirmou dona Manoelina, enquanto tomava um chá oferecido pela equipe do Posto de Saúde da Família.

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis