tn_Segurança na área de turismo é tema de palestra em Petrópolis

O Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas do Rio de janeiro (BPTur – RJ) vai trabalhar em conjunto com Petrópolis para capacitar policiais militares na cidade, que trabalham em áreas turísticas. O pontapé inicial do projeto no município, que deverá ser aplicado em todo estado, foi dado nesta quarta-feira (13.06), na Bohemia, com uma palestra da comandante do batalhão, tenente-Coronel Luciana Rodrigues de Oliveira, que teve como objetivo sensibilizar e informar representantes do setor em Petrópolis e orientar sobre como lidar com assuntos relacionados à segurança dos visitantes/turistas, como, também, dos estabelecimentos.

Entre os projetos do BPTur está o Núcleo Descentralizado de Atendimento ao Turismo (NUDAT), que já cadastrou 28 pontos de interesse turístico espalhados por todo estado. “Já fizemos o projeto piloto em Búzios, que está funcionamento super bem. A ideia agora é adaptar algumas coisas. Hoje, não temos logística para atender todo estado, então nesse projeto vamos capacitar os próprios policiais que já atuam na cidade. Eles não vão ser deslocados para outras funções, eles apenas serão capacitados para atuar na área de turismo”, destaca a comandante, lembrando que o objetivo principal da visita a Petrópolis foi sensibilizar os representantes da área e empresários para que ajudem a valorizar o turismo.

O projeto do BPTur foi feito a pedido do Plano Estadual Integrado de Segurança Pública para procedimentos em Áreas Turísticas, que prevê ações direcionadas ao setor em todo estado. Petrópolis, por ser um dos principais destinos indutores do turismo do no Rio de Janeiro está no mapa das ações. O comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, que participou do evento, ressalta que a corporação adota algumas ações voltadas para a área turística, como a reativação da Ronda Turística, no ano passado. Hoje, agentes percorrem os principais pontos turísticos da cidade e atende as ocorrências nesses locais e que acontecem com visitantes.

“Também estamos utilizando as câmeras do Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) para, por exemplo, coibir o uso irregular de vagas destinadas aos ônibus de turismo. As vezes um ônibus vem com 45 pessoas e se o local destinado para ele não estiver livre, vai ser obrigado a fazer o desembarque em local inadequado, o que é ruim para todo mundo, para o próprio turista e para a população, já que complica todo o trânsito”, explicou.

O evento foi realizado pelo Conselho Municipal de Turismo de Petrópolis (COMTUR) em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado Rio de Janeiro (ABIH-RJ), o BPTur – RJ e a Guarda Civil de Petrópolis. “Ao recebermos a comandante do BPTur, a gente ouviu as melhores práticas de segurança do Rio de Janeiro e a intenção clara do Batalhão de Policiamento Turístico do Estado com foco para trabalhar em Petrópolis. Então isso nos conforta, vemos que segurança está sendo tratada com seriedade, com projetos específicos para que a gente possa dar continuidade a nosso trabalho no turismo. Segurança é primordial no processo dos projetos turísticos. O evento foi importante para aproximar a cidade ao estado do Rio de Janeiro”, frisa o presidente do Comtur, Marcelo Florêncio.

 
Texto: Assessoria
Foto: Divulgação