profile-photo-senacsaopaulo-96x96

Evento em Petrópolis, AMANHÃ, terça-feira, 12 de junho, reúne os principais representantes do setor para identificar formas de estimular essa importante vocação da Serra Imperial

 Palestra do gestor público Pedro Bertolucci aborda o case de sucesso que transformou a cidade gaúcha de Gramado em um dos principais destinos turísticos do país

 

O Senac RJ promove, nesta terça-feira, 12 de junho, no Palácio Quitandinha, em Petrópolis, o primeiro encontro regional do Comitê Técnico Setorial sobre o setor do Turismo na Região Serrana. Parte de um amplo programa voltado para o desenvolvimento das vocações do Rio de Janeiro, os Comitês regionais têm o objetivo de abrir o diálogo e entender  as demandas locais com maior representatividade em cada segmento. A Serra Imperial foi escolhida para iniciar o projeto devido à importância do Turismo para a economia local, que além de Petrópolis também engloba Teresópolis, Nova Friburgo, Cachoeira de Macacu e Guapimirim.

 

O objetivo do Comitê Técnico Setorial é promover a maior aproximação entre o Senac RJ e representantes do turismo da região Serrana, identificar desafios, tendências, necessidades e sugestões desse mercado e reunir subsídios para o desenvolvimento de cursos e projetos educacionais alinhados às demandas dos empresários e da sociedade. A diretora do Senac RJ, Ana Cláudia Martins, ressalta que esse encontro será o primeiro diálogo na Região Serrana dentro de um programa mais amplo voltado para o desenvolvimento do Turismo no estado.

 

“Nosso objetivo no Senac RJ é estreitar o relacionamento e garantir uma interlocução permanente com as lideranças desse setor. Vamos ouvir as demandas de quem emprega esses profissionais, para que possamos elaborar um portfólio de cursos assertivo. Entendemos que é fundamental garantir não apenas o conhecimento técnico, mas também oferecer um itinerário formativo que permita uma qualificação ampla, garantindo assim a excelência de nossa educação profissional”, afirma.

 

No encontro, o ex-prefeito de Gramado (RS), Pedro Bertolucci, irá ministrar a palestra Gramado – Caminhos para o turismo, que aborda a trajetória da cidade gaúcha que, em menos de 30 anos, deixou de ser uma pacata localidade de descanso para se transformar em um dos principais destinos turísticos do país. A experiência e as soluções encontradas podem ser inspiração para políticas de incentivo ao turismo em cidades de porte semelhante, como Petrópolis e Teresópolis.

 

O encontro do Comitê Técnico Setorial começa com a participação do interventor do Senac RJ, Luiz Gastão Bittencourt, e da alta liderança do Turismo da região que irão discutir soluções factíveis para o setor. Na sequência, haverá uma reunião de trabalho dos profissionais e técnicos do setor em que, a partir das premissas propostas na primeira parte do evento, debatem desafios e experiências positivas que vivenciam em seu local de trabalho, envolvendo o profissional de turismo. Essas informações poderão ser utilizadas para a atualização do portifólio dos cursos de educação profissional do Senac RJ.

 

Constituído por representantes de empresas, associações de referência, sindicatos patronais e de trabalhadores, membros da sociedade civil, do meio acadêmico e de instituições de pesquisa, ciência e tecnologia, além de especialistas do próprio Senac RJ, o Comitê Técnico Setorial é uma ferramenta de escuta do mercado acerca das demandas do mundo do trabalho, da sociedade e dos diversos setores atendidos pela instituição.

 

Vocação Regional O estado do Rio de Janeiro é reconhecido como destino turístico tanto nacional quanto internacional por possuir uma vasta oferta de atrativos turísticos, tanto culturais quanto naturais. O Turismo foi responsável por movimentar diretamente R$ 26,6 bilhões em 2016, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Somados os impactos diretos e indiretos, o valor chegou a R$ 41 bilhões naquele ano.

 

A Região Serrana, que tem Produto Interno Bruto de R$ 24 bilhões, correspondendo a 3,6% do PIB do estado, tem no Turismo Histórico e Ecológico uma de suas principais atividades. O fluxo expressivo de turistas contribui para o desenvolvimento de outras atividades como comércio de rua, bares, restaurantes, pousadas e hotéis. Exemplo disso é que, de acordo com informações do Ministério do Trabalho, a Região possui 22,3 mil estabelecimentos do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Dos 182,6 mil empregos formais na região, 72,2 mil (39,6%) são em atividades ligadas ao esse setor.

 

Segundo dados do Senac RJ, o setor turístico emprega mais de 300 mil profissionais fluminenses, em diversas ocupações, como camareiros e recepcionistas de hotel, agentes de viagem, entre outros, além de gerar renda para profissionais autônomos como guias turísticos e motoristas. Na cidade do Rio de Janeiro, a taxa de ocupação hoteleira supera os 40%, em média, nos últimos anos, atingindo 55% nos estabelecimentos de quatro estrelas.  Os turistas vêm ao Rio de Janeiro tanto a lazer (41%), quanto a trabalho (41%).

 

Comitê Técnico Setorial – Turismo

12 de junho de 2018

Local: Salão das Convenções do Palácio Quitandinha (Av. Joaquim Rolla, n º 2 – Quitandinha – Petrópolis – RJ)

Horário: 8h às 13h

 

Programação:

8h – Welcome Coffee

8h30 – Abertura: Diretoria Regional Senac RJ

8h40 – Marcelo Valente – Secretário de Turismo da cidade de Petrópolis

8h50 – Palestra: Caminhos para o turismo – Pedro Bertolucci – Benchmarking – Cidade de Gramado

10h30 – Coffee Break

11h – Atividade: Proposta de portfólio de Turismo, Hospitalidade e Lazer para a Região Serrana

13h – Encerramento

 

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação