Homem preso por engano durante 25 anos é indenizado em R$ 38 milhões

Anthony Wright foi sentenciado a prisão perpétua por estupro e assassinado de uma vizinha, na Filadélfia

Um homem de 45 anos, que passou os últimos 25 anos preso após ser acusado de estupro e assassinato, foi inocentado em um novo julgamento e deve ser indenizado em 10 milhões de dólares (mais de R$ 38 milhões).

Em 1991, Anthony Wright foi sentenciado a prisão perpétua pelo ataque a Louise Talley, uma vizinha dele no estado americano da Filadélfia, que foi estuprada e esfaqueada.

No entanto, a condenação de Wright foi revertida em um novo julgamento em 2014, depois que amostras de DNA apontaram para um novo culpado, um homem toxicodependente, que morreu numa prisão no Estado da Carolina do Sul.

Wright apresentou uma queixa em que acusou a polícia de escrever uma confissão falsa e de pressioná-lo a assinar o documento sem ler, além de manipular outras provas para a condenação. Com informações da Lusa.