tn_Dia D de vacinação contra gripe (3)

 

O prefeito Bernardo Rossi acompanhou a vacinação contra a gripe, neste sábado (12.05)  - “Dia D” de vacinação. Vinte e nove mil doses da vacina foram disponibilizadas em 47 unidades de saúde distribuídas nos bairros, com o objetivo de facilitar o acesso àqueles que não podiam se locomover até o Centro. Foram vacinados idosos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), crianças de seis meses a menores de cinco anos, doentes crônicos (com apresentação de indicação médica), profissionais da Saúde e professores. Segundo o Ministério da Saúde, 54,4 milhões de pessoas devem ser vacinadas em todo o Brasil. Em Petrópolis 93 mil pessoas fazem parte do público alvo da campanha e a expectativa da Secretaria de Saúde de que 90% deste público seja imunizado durante toda campanha.

 

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também pode ser imunizadas – mediante a apresentação da indicação médica. Durante a visita no Centro de Saúde, Bernardo Rossi aproveitou para conversar com a população sobre a importância da prevenção.

 

“A vacina contra gripe é preventiva para que não tenhamos casos da doença no município. Agradeço aos profissionais da Saúde que participaram do Dia D, tanto na aplicação das doses quanto no atendimento à população. Muitas pessoas têm dúvidas e os profissionais ficaram a postos para atender as famílias”, destacou o prefeito.

 

Antes do “Dia D”, vinte mil pessoas já tinham se imunizado em Petrópolis. Vale destacar que a vacina previne os subtipos do vírus influenza que frequentemente infectam os humanos: A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B. Em Petrópolis, não foi registrado nenhum caso de H1N1 e nem H3N2 em 2017 e 2018.

 

“A vacina é feita conforme o cenário epidemiológico apresentado anualmente pelas regiões e inclui o componente necessário para a ocasião. Por conta disso as pessoas precisam se vacinar anualmente. Quanto mais cedo se vacinar, mais cedo estará protegido da gripe. Vale a pena destacar que a vacina garante imunização em até 15 dias da aplicação da dose”, explicou o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

 

A aposentada Maria das Graças Ferreira, de 67 anos, aproveitou o “Dia D” para se vacinar. “Tomo a vacina em todos os anos. Há pelo menos três não tenho gripe. A prevenção é muito importante. Por isso, fiz questão de vir cedinho”, disse.

 

Campanha de vacinação segue até dia 1º de junho

 

A campanha de vacinação contra a gripe vai continuar em 37 unidades de saúde ao longo do mês – o atendimento nos postos está disponível de segunda a sexta-feira ocorre de 8h às 16h. Para se vacinar é preciso levar a caderneta ou cartão de vacina e documento de identificação.

 

O departamento de Vigilância em Saúde alerta que a imunidade contra a doença só ocorre de 10 a 15 dias após a aplicação da vacina. A diretora do departamento, Elisabeth Wildberger, explica que a transmissão da gripe ocorre pelo contato com pessoas infectadas, ao tossir, espirrar ou falar.

 

“A vacinação é a forma mais eficaz de se prevenir a doença. No entanto, a transmissão da gripe pode ocorrer pelo contato com pessoas infectadas, ao tossir, espirrar ou falar. Por isso, as mudanças de hábitos podem ajudar prevenção, como manter as mãos sempre limpas, utilizar álcool gel; não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe”, explica Elisabeth.

 

Todas as pessoas com doenças crônicas e não-transmissíveis deverão ser vacinadas contra gripe, mas a Coordenação de Epidemiologia alerta que é preciso apresentar a indicação médica.

 

Ângela Maria Kozlowscky tem 63 anos e se vacinou na última semana no Ambulatório Escola, em cascatinha. Ela disse fica atenta a campanha todos os anos desde que entrou no grupo que é público alvo da campanha. “É uma medida de precaução que vale a pena. No frio a incidência da gripe realmente aumenta e se temos a oportunidade de se imunizar, temos que aproveitar”, disse.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis