tn_Casa dos Conselhos recebe Regional de Xadrez no fim de semana

Competição reuniu 45 enxadristas de várias cidades do país

 

A Casa dos Conselhos Municipais Augusto Ângelo Zanatta foi a sede de mais um Regional de Xadrez, organizado pela Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro (FEXERJ) e o Clube de Xadrez de Petrópolis (CXP), com o apoio da Superintendência de Esportes e Lazer. O evento contou com 45 participantes de diversas cidades do país.

“O Regional é um grande evento que apoiamos e é uma maneira de fomentar o esporte na cidade. O xadrez tem o poder de colaborar, inclusive, com a aprendizagem, já que desenvolve a criatividade, a concentração, a disciplina e a responsabilidade, por exemplo, e é um esporte que ganha cada vez mais adeptos na cidade. Podemos citar os Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs), que contou com mais de 61 alunos inscritos na primeira fase da modalidade”, comentou o superintendente de Esportes e Lazer, Hingo Hammes.

O Regional de Xadrez foi realizado no sábado e domingo (05 e 06.05) e valeu pontos para o rating da FEXERJ. O evento reuniu 45 enxadristas, entre federados ou não, de adolescentes a veteranos. É o caso do professor de biologia, Obaldine Linhares Filho, de 57 anos. Morador da cidade de Cordeiro, no Centro Fluminense, está há 40 anos na prática do xadrez e conta que a troca de experiências é muito importante para o desenvolvimento do esporte.

“Temos aqui enxadristas de várias cidades e de várias gerações. É essencial que possamos levar eventos como este para mais locais possíveis. Isso é bom para os municípios que recebem os campeonatos, pois é um torneio consolidado e reconhecido, e é importante para nós participantes que trocamos ideias e experiências, fazendo com que também cresçamos enquanto praticantes do esporte”, disse o professor, que representou a Hebraica Sociedade Cultural Esportiva e Recreativa (Hscer), do Rio de Janeiro.

O evento também serviu como forma de incentivar a prática do esporte entre os mais jovens. O sommelier Marco Aurélio Lopes, de 40 anos, explicou que um dos motivos que o fez retornar às competições de xadrez após um ano parado foi ajudar o filho, Victor Hugo Lopes, de 13. Para Marco Aurélio, o esporte pode colaborar, e muito, para o aprendizado do garoto.

“Percebo o quanto que o xadrez pode ajudar no aprendizado. Ele trabalha a criatividade, o raciocínio lógico, a responsabilidade, e tudo isso é essencial no desenvolvimento. Fiz questão de retornar às competições justamente para incentivá-lo a participar. Minha vitória não é ver se no fim ele será campeão ou não. Minha vitória é perceber que ele venceu enquanto ser humano e entendeu que ninguém é melhor que ninguém, e que precisamos ser o melhor que podemos para nós mesmos”, explicou Marco Aurélio.

Após seis rodadas, o título do Regional de Xadrez ficou com Eduardo Thelio Limp, do Tijuca Tênis Clube (TTC). Eduardo somou 5,5 pontos. Confira a lista com os cinco primeiros colocados:

 

1º – Eduardo Thelio Da Silva Limp –  Tijuca Tênis Clube –  5,5 pontos

2º – Daniel Rangel –  Fluminense –  5,0 pontos

3º – Vinicius Vilela De Almeida Rego – Fluminense –  5,0 pontos

4º – Marcelo Dos Santos Silva – Fluminense – 4,5 pontos

5º – Alexandre Ferreira Campos –  Assoc. Fluminense de Xadrez – 4,5 pontos

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis