tn_Confira dicas de treino e alimentação para competir a 2ª Meia Maratona Nacional da Advocacia

A Segunda Meia Maratona Nacional da Advocacia é só no dia 2 de setembro, no Rio de Janeiro, mas a preparação para a prova deve começar o quanto antes. Para o percurso de 21K, o principal da corrida organizada pela Caixa de Assistência dos Advogados do Rio de Janeiro (CAARJ) e pela Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (CONCAD), Miguel Almeida, treinador do CAARJ Performance, dá uma dica para quem não tem muito tempo de fazer os treinos longos: dividir as atividades em dois períodos.

“O treino pode ser dividido em dois turnos: manhã e noite. Na primeira parte pode ser feito um trecho mais rápido e na segunda uma corrida mais leve”, ressalta.

Almeida destaca a importância de realizar a sobrecarga de treinos aos poucos, para o corpo se adaptar a uma maior carga de exercícios e evitar futuras lesões. “Na corrida, esse princípio ocorre de duas maneiras: aumentando o volume ou a intensidade do treinamento. No primeiro caso, o atleta corre durante períodos mais longos, mas com menos vigor. No segundo, a corrida, mais rápida e intensa, é praticada num menor intervalo de tempo”, afirma o treinador.

Para a prova de 10K, o treinador lembra que a musculação ajuda muito na proteção do corpo e no ganho de velocidade. “Mas é imprescindível treinar de maneira segura e eficaz para o esporte que vai praticar. É importante informar ao professor/treinador que o foco é a corrida”, comenta.

Miguel Almeida afirma que a prova de 5K é mais fácil de ser feita, porém não menos importante. “Os competidores devem tomar muito cuidado ao acompanhar pessoas que nunca viram ou treinaram junto. Além disso, fazer a prova de acordo com o que combinou com o seu professor ou o que foi planejado nos treinos é essencial”, adverte.

Sobre a alimentação

A nutricionista Débora Ávila também dá dicas importantes de alimentação antes da prova para evitar desconfortos e melhorar o desempenho. Dois dias antes da competição, deve-se evitar comer gorduras, frituras, embutidos, alimentos condimentados e, principalmente, bebidas alcoólicas. “É importante evitar também alimentos que a pessoa não está habituada a comer no dia a dia. Além disso, a hidratação deve começar na véspera da prova, durante todo o dia, com água, sucos e água de coco”, destaca a nutricionista.

Ávila também ressalta o fato dos atletas aumentarem o consumo de carboidratos complexos, como frutas, cereais e massas integrais e raízes, na semana da prova. “Para as pessoas que vão fazer a prova de 21K, o ideal é aumentar o consumo de carboidratos três dias antes. Para os que vão fazer 10K, o ideal é aumentar o consumo dois dias antes e para quem vai fazer os 5 K, pode aumentar o consumo na véspera da prova. Os competidores também devem evitar ficar mais de três horas sem ingerir alimentos para manter as reservas de glicogênio em alta”,avisa.

Segundo a nutricionista, no dia da competição, o desjejum deve ser feito de uma a duas horas antes da largada. “Nesta refeição, o importante é evitar alimentos açucarados e com excesso de fibras, pois podem causar desconfortos intestinais. Os atletas podem priorizar, por exemplo, suco de frutas, água de coco, pães e torradas com queijo branco ou geléia”, comenta Débora Ávila.

Sobre a prova

A Meia Maratona Nacional da Advocacia está de volta ao Rio de Janeiro em sua segunda edição. Organizada pela Caixa de Assistência dos Advogados do Rio (CAARJ), em parceria com a Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (CONCAD), a maratona será realizada no dia 2 de setembro, na Praia de Copacabana, e disputada nos percursos de 21K, 10K e 5K, além da tradicional Caminhada da Advocacia.

Advogados, estagiários de Direito e amantes de corrida de rua podem se inscrever pelo site www.corridanacionaldaadvocacia.com.br até o dia 24 de agosto. Quem se inscrever com antecedência pagará menos. O valor das inscrições para advogados e estagiários de Direito é de R$ 65 até o dia 1º de maio e depois ele sobe para R$ 80 (até 01/07) e R$ 95 (até 24/08). Para os demais atletas, os preços ficam a R$ 95 (até 01/05), R$ 110 (até 01/07) e R$ 125 (até 24/08). A retirada dos kits será realizada nos dias 31 de agosto, das 11h às 18h, e 1º de setembro, das 11h à 00h.

 

 

 

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação