tn_Basquete reúne 23 escolas nos JEUPs 2

Disputas foram iniciadas nesta sexta-feira (04.05)

Começaram, nesta sexta-feira (04.05), as competições de basquete nos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs), organizados pela Superintendência de Esportes e Lazer. Vinte e três escolas estão inscritas, dividas nas categorias sub-13, 15 e 18, no masculino e feminino. A abertura e as partidas aconteceram no Centro Esportivo da Escola Municipal Fábrica do Saber, no Estrada da Saudade. Os jogos da primeira fase continuam neste sábado e domingo (05 e 06.05).

 

tn_Basquete reúne 23 escolas nos JEUPs

“Nosso objetivo é aumentar o número de jovens praticantes de atividades físicas e os jogos estudantis são parte importante desse processo. Um dos objetivos da prefeitura é garantir mais saúde e bem-estar para os petropolitanos, começando com as crianças e os adolescentes”, destacou Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer.

Além do basquete, são oito as modalidades em disputa nos JEUPs, sendo quatro coletivas: futebol de campo, futsal, handebol e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. Nas modalidades coletivas acontecem duas fases no JEUPs: classificatória e fase final, onde as equipes são divididas em chaves e jogam pelo sistema de rodízio simples. A comissão organizadora vai priorizar os jogos nos fins de semana, com o objetivo de garantir a presença dos pais nas partidas.

Para o professor de educação física Cleber Guedes, do Centro Educacional Petropolitano Cristão (CEPEC), é importante trabalhar a questão da ansiedade na fase em que os alunos estão.

“Mesmo trabalhando com a categoria sub-13, busco trazer para estas competições alunos mais novos, de até 11 anos. Isto ajuda no desenvolvimento dos atletas. A gente consegue fazer com que eles encarem dificuldade maior e isso é importante até na hora da derrota. Precisamos ensinar a lidar com as situações difíceis, para que eles encarem os desafios com mais naturalidade e, através disso, estejam preparados para os cenários positivos e negativos”, explicou o professor.

A estudante Luisa Ferreira, do Centro Educacional de Itaipava, está em seu segundo ano de basquete. Também participa pela segunda vez dos JEUPs e conta que a ansiedade é grande antes dos jogos, mas que isso não a atrapalha.

“De certa forma, é até bom, porque estamos ansiosos, mas na hora do jogo a adrenalina é maior. Comecei no basquete no ano passado, e gosto muito!”, comenta Luisa, de 12 anos, que está no 8º ano do ensino fundamental.

Neste ano, 44 escolas confirmaram a participação nos JEUPs, três a mais que em 2017, em que foram 41. Em 2016, haviam sido apenas 19 inscritos no torneio. A tabela com toda a programação do torneio de basquete pode ser encontrada no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

 


Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis
Fotos: Marcello Santos