Brasileiros terão que pagar taxa para entrar em países da Europa

Imposto no valor de 7 euros faz parte de projeto antiterrorismo desenvolvido pela União Europeia

Cidadãos de países que não precisam de visto para entrar na União Europeia, como é o caso do Brasil, terão de se registrar em um site e pagar uma taxa no valor de 7 euros (cerca de R$ 30 na conversão de hoje) para poder viajar.

 O imposto faz parte do Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (Etias), que foi aprovado na quarta-feira (25) pela Comissão Europeia e pelo Parlamento, em Bruxelas.

A medida, no entanto, não tem data para entrar em vigor, pois ainda precisa ser aprovada pelo Parlamento Europeu, como explica o jornal O Estado de S. Paulo.

Discutido desde 2015, logo após os atentados em Paris, o Etias tem como principal objetivo travar o terrorismo, ampliando a segurança e o controle de quem está viajando de avião para a Europa. O sistema é idêntico ao americano (Esta), que ficha todos os passageiros que ingressam nos Estados Unidos.

Após implantada a medida, todos os passageiros que não são cidadãos de países membros da União Europeia, como os brasileiros, terão de preencher um formulário eletrônico e pagar a taxa.

Assim como ocorre atualmente, não será necessária a emissão de visto. Brasileiros continuarão a ter o direito de ingressar e permanecer até três meses em países do Espaço Schengen.