União Europeia doa R$ 10,6 mi para imigrantes venezuelanos no Brasil

Recursos serão destinados para o deslocamento para outras cidades do País, a chamada interiorização

Para intensificar a interiorização dos imigrantes venezuelanos no Brasil, a União Europeia (UE) doou 2,5 milhões de euros, equivalente a R$ 10,6 milhões. Os recursos devem estar disponíveis até o início de junho, afirmou o chefe da delegação da UE no Brasil, embaixador João Cravinho.

 “Vamos investir em criar condições para que os refugiados possam assumir empregos em outras cidades”, lembrou o embaixador. A distribuição do dinheiro será feita pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e pelo Fundo das Nações Unidas pela População, com atuação da Casa Civil da Presidência da República.

A maior parte dos imigrantes vindos da Venezuela estão em Roraima, nas cidades de Rondônia e Pacaraima, e vivem em abrigos organizados pelo governo, pelas Forças Armadas e outras instituições. No início de abril, o Governo do Brasil começou o processo de interiorização, levando 300 pessoas que optaram por sair de Roraima para Cuiabá (MT) e São Paulo (SP). Com informações da Agência Brasil e da Casa Civil.