tn_Nape

Núcleo Especializado, da Prefeitura, é pioneiro no estado no trabalho de combate e de assistência às crianças vítimas de violência sexual

 

Pioneiro em todo o Estado do Rio de Janeiro no trabalho de combate e de assistência às crianças vítimas de violência sexual, o Núcleo de Atendimento Especializado – Infantojuvenil (NAPE-IJ) já registrou 359 denúncias desde sua implantação no ano passado. Este número gerou 1.454 intervenções das equipes de psicólogas do Núcleo. E do total de denúncias, 89 foram confirmadas e remetidas ao Ministério Público.

 

 

tn_Encontro NAPE

“O NAPE-IJ foi implementado graças a uma parceria com a GE Celma, que foi fundamental para conseguirmos dar continuidade a este trabalho. Articulamos junto à empresa a obra de instalação e hoje temos um local apropriado para receber esta grande quantidade de denúncias e dar todo o apoio psicológico e assistencial também às famílias”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

 

Das denúncias recebidas pelo NAPE-IJ, a maior parte é originada de encaminhamentos do Conselho Tutelar. Das 359 denúncias registradas desde a implantação em maio do ano passado, até o início deste mês, 302 foram casos em que as vítimas eram crianças ou adolescentes (57 foram registradas em pessoas acima de 18 anos, mas considerado ainda público adolescente).  Destes, 89 apresentaram reais indícios de violência sexual e foram encaminhados ao Ministério Público (MP). A cada ocorrência, a pessoa e sua família é atendida várias vezes até que a denúncia seja confirmada e o procedimento legal seja efetuado, como o envio ao MP.

 

“Estas ocorrências podem levar meses de investigação e, por conta disso, aumenta-se o número de atendimentos, que chegaram a quase 1,5 mil. O município recebeu o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido junto a idosos e crianças vítimas de abuso, em novembro do ano passado, e isso fortalece ainda mais o trabalho já desenvolvido, nos motivando a ampliar ainda mais a assistência”, explica a secretária de Assistência Social, Denise Quintella, lembrando a menção honrosa recebida pela prefeitura durante o Seminário Brasileiro de Gestores e Trabalhadores da Política de Assistência Social, realizado em Florianópolis.

 

 

NAPE-IJ e Secretaria de Educação vão levar palestras às escolas

 

Como forma de aproximar os trabalhos desenvolvidos no Núcleo com a comunidade, o NAPE-IJ e a Secretaria de Educação estão promovendo ações para divulgar e fortalecer o serviço nas escolas. Entre os meses de outubro de 2017 e março deste ano, foram realizados encontros e palestras com diretores e orientadores das 184 unidades de ensino do município. Esta foi a primeira etapa da programação, que conta com visitas às escolas, já a partir do fim deste mês.

“Já temos marcada visita à Escola Municipal Amelia Antunes Rabello, na Madame Machado, no dia 25. Queremos apresentar os trabalhos desenvolvidos pelo NAPE-IJ nestas unidades, que estão inseridas em locais onde encontramos muitas demandas. Isto será importante para que pessoas que ainda não conhecem o programa possam saber que há um atendimento diferenciado para casos de suspeita de violência sexual, quando muitas pessoas não sabem exatamente a quem recorrer”, disse a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

As ações integradas entre a Assistência Social e a Educação visam, também, orientar os profissionais da rede municipal de ensino para que possam, caso recebamestas demandas, evitar atendimento equivocado e encaminhá-las ao NAPE-IJ.

“Temos um trabalho muito intenso no Núcleo que é de tentar evitar a revitimização da pessoa, que é quando acaba se criando um sofrimento continuado daquela vítima após o ato violento. Por isso, contamos com espaços pensados e prontos para dar um serviço que passe tranquilidade, relaxamento e um atendimento especial para ela. Com esta orientação, os profissionais da rede, que estão sujeitos a receber situações que envolvam suspeita de abuso sexual, poderão estar ainda mais capacitados para atuarnestas demandas e encaminhar para a gente” explicou a coordenadora do NAPE-IJ, Isabela Wildberger.

 

 

Sobre o NAPE-IJ:

 

A instalação do Núcleo de Atendimento Especializado – Infantojuvenil – NAPE-IJ cumpre uma das resoluções da Lei 7.382 de 14 de dezembro de 2015. A legislação estabelece a criação de um fluxo específico de atendimento às crianças vítimas de violência sexual.O NAPE-IJconta com três salas de atendimento, sendo que duas projetadas exclusivamente para crianças e outra para adolescentes, contendo materiais lúdicos e de recreação. O espaço é uma iniciativa do poder público, em conjunto com a GE Celma, que doou o contêiner para instalação da unidade, bem como a equipou e proporcionou treinamento da equipe formada por quatro psicólogas.

O NAPE-IJ fica anexo ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), na Avenida Dom Pedro – 199. O núcleo funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 17h, para o atendimento psicológico especializado, de cunho social e não clínico, às supostas vítimas e às suas famílias.

 

 

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis