Aloysio Neves, ex-presidente do TCE-RJ, chega na Polícia Federal - Fabiano Rocha / Agência O Globo

 A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou, nesta terça-feira, ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) os cinco conselheiros afastados no ano passado do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ): Aloysio Neves, Domingos Brazão, José Gomes Graciosa, Marco Antônio Alencar e José Maurício Nolasco. Eles são acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A denúncia foi apresentada pelo vice-procurador geral da República, Luciano Maia. No documento, ele também pede que seja mantido o afastamento dos cinco conselheiros. Os conselheiros estão longe do Tribunal de Contas do Rio desde março do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Quinto do Ouro, que integra a Lava jato carioca.

Eles são acusados de receber propina em troca de favorecer empresários em julgamentos no TCE-RJ no governo Sergio Cabral.

Fonte: O Globo