tn_Ações educativas da Vigilância Sanitária têm contribuído para ajudar expositores de eventos na cidade

 

As ações educativas que vêm sendo promovidas pela Vigilância Sanitária para expositores de festas e eventos realizados na cidade – seguindo o calendário da Turispetro – têm surtido efeito. No último fim de semana, uma equipe do órgão fiscalizou a Deguste, a feira de produtores de cerveja artesanal, e, das 60 inspeções realizadas, apenas cinco autos de infração foram emitidos, sendo dois deles para empresas de outras cidades: Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e Matias Barbosa, em Minas Gerais.

As infrações estavam relacionadas à falta de licença sanitária, produtos com prazo de validade expirado, produto sem registro no Brasil, além de produtos para saúde com embalagens que deve deveriam ser estéreis, violadas, úmidas e manchadas, no caso da ambulância.

“A ação foi muito positiva. As pessoas estavam muito receptivas e seguiram nossas orientações. No primeiro dia de evento, na sexta-feira (09.03), passamos intimando alguns expositores e eles rapidamente resolveram os problemas, alguns imediatamente”, explica a coordenadora da Vigilância Sanitária em Petrópolis, Dayse Carvalho.

Em janeiro, o órgão realizou uma ação educativa para os expositores da Deguste, com rodas de conversas sobre como os empresários devem manipular as bebidas e alimentos de forma segura e com qualidade à saúde dos consumidores, além de informações sobre as licenças. As ações são feitas de acordo com o calendário de eventos oficiais da cidade.

Expositores dos próximos eventos do calendário também receberão capacitação antes da realização da festa. As ações são de cunho educativo, nas quais os empresários, expositores, produtores de alimentos artesanais e manipuladores serão capacitados conforme as normas da RDC 2016 de 2004 da Anvisa e demais legislações pertinentes.

 

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação