tn_Aberta a temporada de agendamentos escolares nos atrativos turísticos Com o fim do recesso nos colégios após o Carnaval, o movimento de grupos escolares já começa a aumentar nos atrativos turísticos de Petrópolis, principalmente nos museus, como o Museu Casa de Santos Dumont e o Museu Casa do Colono. Durante o ano, os estudantes representam boa parte do total de visitantes de alguns pontos turísticos da cidade. Só estes dois atrativos receberam 45.580 alunos e 1.023 escolas em 2017.

            A casa de veraneio do pai da aviação, Alberto Santos Dumont, também conhecida como “A Encantada”, está entre os pontos turísticos que mais chamam a atenção dos estudantes, pelo acervo de objetos, o mobiliário pertencente ao aviador, o chuveiro da casa e a escada de entrada, com degraus que só se podem ser acessados começando com o pé direito. No ano passado, 172.207 mil pessoas passaram pelo museu, sendo 35.813 mil delas estudantes, de 806 escolas, representando 20,8% do público.

“O público de alunos é muito significativo para o museu. A partir de fim de fevereiro os agendamentos para as escolas começam a ser intensificados. Para o próximo mês, por exemplo, já temos uma semana inteira reservada para uma escola, com 150 alunos por dia. Vale lembrar que para os agendamentos das escolas municipais a entrada é gratuita”, explica a coordenadora do museu, Simone Wayand.

O Museu Casa de Santos Dumont fica aberta de terça a domingo, de 9h às 17h30. Os ingressos custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia)
Além de estudantes das escolas municipais, crianças até seis anos e maiores de 65 também não pagam.

Na Casa do Colono, 10.139 alunos de 228 escolas passaram pelo local, que tem entrada gratuita. A casa retrata o modo simples de vida dos imigrantes germânicos, trabalhadores responsáveis pela construção e desenvolvimento da cidade de Petrópolis.Mais do que conhecer a casa, os estudantes que visitam o museu acabamaprendendo sobre toda a história da monarquia e colonização.

 

“Boa parte do nosso público é de estudantes. Oferecemos visitas explicativas através de um receptivo mediante agendamento”, explica a museóloga Ana Carolina Vieira, lembrando que a casa funciona de terça a domingo, das 8h30 às 16h.

A Biblioteca Central Municipal Gabriela Mistral também oferece a visita agendada. Apesar de já ser um espaço aberto e muito visitado pelos estudantes – principal público – o local também recebe grupos voltados a conhecer o que a Biblioteca tem a oferecer. Ela funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h, no Centro de Cultura Raul de Leoni.