tn_Coral Municipal abre temporada de apresentações neste domingoCineteatro do Museu Imperial vai receber um concerto com madrigais renascentistas. A entrada é gratuita

 

O Coral Municipal de Petrópolis – que foi totalmente reformulado no ano passado – abre sua temporada de apresentações neste domingo (25.02), a partir de 16h, no cineteatro do Museu Imperial. Com 24 cantores e a regência do maestro Marco Aurélio Lischt, o concerto vai contar com madrigais renascentistas, passando por músicas de diversos países, como Itália, França, Inglaterra e Alemanha. A entrada é gratuita. Ao longo do ano, o novo Coral Municipal terá 12 apresentações em Petrópolis.

Nesta primeira apresentação, o público será brindado com canções como Chi lagagliarda, de Baldassare Donato (1530-1603), O primavera, de Claudio Monteverdi (1567-1643), Aprilis in mymistress’ face, de Thomas Morley (1557-1602), entre outras. “Esse concerto marca o início da temporada de 2018. Esperamos que o público interessado no canto coral aprecie o programa que será apresentado. No decorrer do ano, teremos os mais variados programas”, destaca Marco Aurélio Lischt, um dos principais nomes do segmento em Petrópolis

A nova formação do grupo vem para resgatar uma tradição de 41 anos de história do Coral Municipal de Petrópolis, que havia paralisado as atividades em 2016. Formado entre novembro e dezembro de 2017, o novo coral fez sua estreia dentro da programação do Natal Imperial e mostrou que tem potencial para voltar a figurar entre os principais coros de câmara do país. De acordo com o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo, é gratificante ver consolidado um dos planos de governo para o Instituto.

“Encontramos, ao assumir a pasta, nosso único corpo artístico da cidade paralisado. No ano passado, após um longo período de estudo de viabilidade, criamos o novo Coral Municipal, com profissionais justamente remunerados. Os 24 cantores foram contratados por meio de um criterioso e complexo processo seletivo, assim como o regente titular. Nosso compromisso era e continua sendo garantir a longevidade e a excelência do grupo”, destaca, lembrando que também foram contratados um inspetor de disciplina e arquivista, um pianista e um regente assistente.

O Coral Municipal é uma parceria público-privada e é gerido pelo Instituto Movart.