tn_Prefeitura zera fila de espera para ressonânciaCentro de Imagens chega a 40 mil exames em 2017

 

A prefeitura reduziu em praticamente 100% a fila de espera para exames de ressonância magnética, que chegou a ter 5 mil pessoas aguardando por mais de dois anos na gestão passada para a realização do exame. Para conseguir este resultado, o município colocou em funcionamento, em 2017, o aparelho de ressonância do Hospital Alcides Carneiro, parado desde janeiro de 2016, e aumentou o fluxo de exames para hospitais particulares credenciados ao SUS. Além disso, equipes do Núcleo Integrado de Reabilitação realizaram mutirões de agendamento.

“A fila da ressonância era algo que precisávamos resolver com urgência. É inadmissível termos pacientes oncológicos esperando para fazer o exame há quase dois anos. Nós finalizamos a obra, inauguramos o Centro de Imagens e colocamos a máquina de ressonância para funcionar. A nossa população merece o atendimento de qualidade”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Em média, são feitas 500 ressonâncias mensalmente no Hospital Alcides Carneiro. O número é 25% superior à meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de 400 exames ao mês. Diariamente, a Secretaria de Saúde recebe encaminhamentos para ressonância que são agendadas ainda em dois hospitais particulares conveniados ao SUS.

“Nossa preocupação é acelerar a fila sem deixar que os pacientes mais graves fiquem aguardando, lembrando que a solicitação do exame ocorre diariamente”, ressalta o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

O assistente administrativo Delmar Oliveira ficou muito feliz com o atendimento na unidade. “Fico muito satisfeito por ter tido este tipo de recepção. Consegui marcar a ressonância com muita facilidade. Sem demora ou estresse. E o atendimento da equipe foi ótimo”, comentou.

 

Centro de Imagens realizou 40 mil exames no ano passado

O Centro de Imagem conta com uma moderna sala de laudos e com um sistema de digitalização de resultados para os exames: raios-X, tomografia, ultrassonografia, mamografia e ressonância magnética. Na unidade, foram realizados 40 mil exames, em 2017 –  7 mil a mais com relação ao ano anterior (de janeiro a novembro de 2016).

O maior número de exames realizados no Centro de Imagens é o de tomografia com 16.107 atendimentos, seguido pelo raio-x, com 10.679. As ultrassonografias somam 7.583 exames realizados e a mamografia superou o número de exames realizado em todo o município em 2016. “Em 2016, em toda rede do SUS foram realizados 3 mil exames, no passado, apenas no HAC foram 3.901 com o grande volume o mamógrafo precisou de alguns reparos ao longo do ano, mas nestes casos o paciente é direcionado para outro local. A nossa proposta é dobrar o atendimento com a vinda do novo mamógrafo, que será adquirido com recursos de uma emenda parlamentar”, afirma o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

O secretário de Saúde, Silmar Fortes, reforça que com a tecnologia aplicada na análise dos exames do Centro de Imagens, os pacientes ganham mais segurança e qualidade nos resultados.

“Com a digitalização dos resultados os médicos acessam os exames pela internet e isso traz mais rapidez na discussão dos casos clínicos, definição de diagnóstico e início do tratamento com mais segurança, uma vez que a imagem digital possui mais qualidade do que a revelada em filme. Há ainda a economia que teremos por não precisar mais comprar o material de revelação do exame”, analisa Silmar Fortes.

O Centro de Imagens do Hospital Alcides Carneiro inaugurado em março deste ano, funciona de 7 às 19h de segunda a sábado, com média de 20 exames de ressonância por dia.

Coordenadoria de Comunicação Social
Prefeitura de Petrópolis