Secretário faz apelo por vacinação contra febre amarela no Rio

Até o momento não há necessidade de antecipar a campanha de vacinação fracionada prevista para começar no dia 19 de fevereiro pois existem doses suficientes em todos os municípios.

O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Luiz Antônio Teixeira Júnior, fez um apelo nesta terça-feira (16) para que a população procure os postos de saúde para se vacinar contra a febre amarela. O Estado confirmou quatro casos da doença neste ano, com três óbitos.

“A gente conclama a população que venha buscar a vacina para estarmos protegidos em todo o nosso estado”, disse o secretário, após a apresentação de ações para aprimorar o programa de residência médica da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). As informações são da Agência Brasil.

Segundo ele, até o momento não há necessidade de antecipar a campanha de vacinação fracionada prevista para começar no dia 19 de fevereiro pois existem doses suficientes em todos os municípios.

A Secretaria de Saúde informou que cerca de 8 milhões de pessoas (60%), de um público-alvo de 14 milhões, ainda não se vacinaram contra a doença no Estado.

VALENÇA E TERESÓPOLIS

Dois moradores de Valença, no centro-sul do Estado, morreram este ano após contrair a doença. A outra morte foi em Teresópolis, na região serrana.

Em Valença, por orientação da Secretaria Estadual de Saúde, o Hospital Escola da Faculdade de Medicina e todas as unidades públicas e privadas da cidade devem ampliar o grau de vigilância e estarem preparadas para diagnosticar precocemente novos casos da doença.

Por meio de uma parceria com o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, o município contará com equipes que farão a busca ativa de pacientes que ainda não estão imunizados, especialmente nas áreas rurais, já que se trata de um vírus silvestre.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Teresópolis, até o momento o município imunizou cerca de 130 mil pessoas e a cidade vai intensificar a campanha de vacinação. Com informações da Folhapress.