tn_Rosinha-GarotinhoEx-governadora do Rio divide cela com Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral, na Cadeia Pública José Frederico Marques, zona norte da capital fluminense

 

Desde o último dia 22, a ex-governadora do Rio de Janeiro Rosinha Garotinho ocupa uma das celas da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, zona norte da capital fluminense.

Ela foi presa junto com o marido, Anthony Garotinho, pela Polícia Federal, sob suspeita de corrupção e financiamento ilegal de campanha eleitoral.

De acordo com o colunista Ancelmo Gois, de O Globo, a ex-governadora não vem se alimentando direito e passa parte do tempo encoberta por um lençol branco.

Rosinha divide cela com Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do Rio, e outras 11 detentas. A mulher de Sérgio Cabral teve revogada a prisão domiciliar, por determinação do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), e deixou seu apartamento, no Leblon, no último dia 23, em direção ao presídio.

Inspeção

Uma inspeção feita no dia 24, pelo Ministério Público, flagrou alimentos incomuns na unidade prisional. Além de Rosinha e Adriana, também estão presos no local Sérgio Cabral, os deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, além de assessores e empresários investigados na Operação Lava Jato.

Durante a ação, segundo a Agência Brasil, as promotoras de Justiça Andrea Amin e Elisa Fraga encontraram iogurtes, queijos finos, castanhas, camarão e até bolinhos de bacalhau, itens cujo consumo é proibido na penitenciária, que possui cantina com comida própria.