tn_Campanha Ana Carolina Félix 1

 

A estudante descobriu a doença há três semanas e já iniciou tratamento no Hospital do Fundão, na Ilha do Governador, onde o grupo doou sangue nesta terça-feira (14.11)

IF 

Sensibilizados com a história da aluna do último período do curso de Direito que descobriu recentemente que está com leucemia, um grupo de estudantes da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) se mobilizou para ajudar a amiga. Eles organizaram uma campanha para doar sangue para a jovem de 22 anos, nesta ​terça-feira (14.11), no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho no Fundão, na Ilha do Governador – onde a paciente está fazendo o tratamento.

 

tn_Campanha Ana Carolina Félix 3

A UCP disponibilizou o ônibus fretado para o grupo, que reuniu amigos de classe da jovem, estudantes de outros períodos e cursos, e até mesmo ex-alunos da universidade.

 

“Isso vai fazer um bem enorme para ela. Ela descobriu a doença tem apenas três semanas. O que ela está precisando nesse momento é apoio. E isso é o mínimo que podemos fazer. Além de energia positiva, agora é a única coisa que conseguimos ajudar e acho que é excelente para ela”, disse a aluna e amiga da jovem, Marcela Fones, responsável por iniciar a mobilização entre os estudantes.

 

Para a instituição, a iniciativa – que surgiu dos próprios alunos – vai ao encontro da missão da Universidade Católica de Petrópolis de transformar estudantes não apenas em profissionais capacitados para atuarem no mercado de trabalho, mas também em verdadeiros humanos.

 

“Acho extremamente importante apoiarmos esse tipo de iniciativa, uma vez que a ideia partiu dos próprios alunos e observamos a importância da Universidade Católica na vida deles com um olhar mais humano. O que é o nosso diferencial e a nossa missão, que é transformar alunos em verdadeiros adultos e humanos, criando o hábito da vontade e o lado da doação. A universidade abraçou a iniciativa com muita alegria. E observamos que os alunos, e até aqueles que não eram amigos da turma que ela estuda que abraçaram a ideia, independente de quantos foram fazer a doação, mostraram um ato de desprendimento”, destacou o vice-Reitor da Universidade Católica de Petrópolis,  Marcelo Vizani.

 

Texto: Assessoria
Foto: Divulgação